MUSTANG SHELBY GT350 TERÁ O MOTOR V-8 ASPIRADO MAIS POTENTE JÁ PRODUZIDO EM SÉRIE PELA FORD


MotorV8-MustangShelbyGT350

O novo motor Ford 5,2-L: 533 cv a 7.500 rpm e 59,3 m·kgf a 4.750 rpm, com som de Ferrari

A Ford informou que o Mustang Shelby GT350 terá o motor de aspiração atmosférica  de série mais potente da história da marca, o V-8 5,2-L de 533 cv e 59,3 m·kgf . O esportivo chega ao mercado dos Estados Unidos no final do ano junto com a versão GT350R, também dotada do novo motor.

“O programa do Shelby GT350 começou com um objetivo claro, o de criar o Mustang de série mais equilibrado, ágil e empolgante já produzido”, disse Jamal Hameedi, engenheiro-chefe da Ford Performance. “Todas as mudanças que fizemos nesse carro foram voltadas para os requisitos funcionais de um motor potente. Esse V-8 5,2-L, de aspiração natural com virabrequim plano e alta rotação, atende todas as metas que estabelecemos — elevada potência, ampla curva de torque, resposta imediata ao acelerador e baixo peso.”

Esse assunto de configuração de virabrequim de motor V-8 foi visto no Ae nestas duas matérias, uma assinada pelo Alexandre Garcia, o grande estudioso, o “Ogro do Planalto” por morar em Brasília,  que não está mais conosco no Ae, e outra, complementar, mais simples, minha. Vale a pena dar uma olhada.

O novo motor é não só o mais potente de aspiração atmosférica da Ford em todos os tempos, mas também o de maior potência específica. Sem superalimentação de qualquer tipo, são 103 cv por litro. É também o motor de rotação mais alta da história da Ford, com faixa vermelha a 8.250 rpm.

 

MotorV8-MustangShelbyGT350-VirabrequimPlano-2

O virabrequim plano do novo motor 5,2-litros da Ford

Diferentemente dos motores V-8 tradicionais, o novo 5,2 utiliza um virabrequim plano, tipicamente encontrado em esportivos da Ferrari e carros de corrida, em vez do tipo cruzado. O projeto do novo motor foi otimizado com auxílio de computador e simulações de desempenho totalmente digitais. Milhões de configurações de admissão de ar e de escapamento foram testadas para se chegar à combinação ideal.

Aspiração e potência

Além de eliminar o som característico dos motores V-8 americanos, o virabrequim plano ajuda a melhorar a separação dos pulsos de descarga, permitindo uma ordem de ignição que alterna as duas bancadas de cilindros. Isso melhora muito a aspiração do motor e, assim, gera mais potência.

O resultado disso tudo no novo V-8 — além de um ronco maravilhoso e exclusivo — é 533 cv a 7.500 rpm e 59,3 m·kgf a 4.750 rpm. Ainda mais impressionante é a flexibilidade do do motor. Ele gera 90% do torque máximo de cerca de 3.450 rpm a 7.000 rpm, com uma faixa de cerca de 3.000 rpm entre os picos de torque e potência para ser trabalhada nas pistas.

Tanto no Shelby GT350 quanto no Shelby GT350R, o novo V-8 é acoplado exclusivamente ao um câmbio manual de seis marchas Tremec TR-3160, projetado especialmente para alta rotação. Ela tem carcaça leve de alumínio fundido, embreagem de dois discos e volante de duas massas, otimizados para redução do peso e inércia.

Outros aspectos do novo V-8, cuja cilindrada exata é 5.163 cm³, incluem uma arquitetura ligeiramente superquadrada de 94 x 93 mm e taxa de compressão de 12:1. Tanto as válvulas de admissão como de escapamento têm o expressivolevantamento de 14 mm. O corpo de borboleta, de ação rápida e com 87 mm de diâmetro, o maior já usado em um motor Ford, alimenta o motor de ar.

O bloco de alumínio, exclusivo e produzido com uma tecnologia de plasma patenteada da Ford, reduz ainda mais o peso do motor.

“Um Mustang tão excepcional como o Shelby GT350 merece um motor igualmente extraordinário”, diz Dave Pericak, diretor da Ford Performance. “O novo V-8 5,2-L atmosférico encaixa-se perfeitamente na dinâmica equilibrada do Mustang Shelby GT350 e acreditamos que se tornará um ícone de desempenho.”

 

ShelbyGT350-1

O novo Ford Mustang Shelby GT350

BS

Material ilustrativo e informações: divulgação Ford
(390 visualizações, 1 hoje)


Sobre o Autor

Bob Sharp
Editor-Chefe

Um dos ícones do jornalismo especializado em veículos. Seu conhecimento sobre o mundo do automóvel é ímpar. História, técnica, fabricação, mercado, esporte; seja qual for o aspecto, sempre é proveitoso ler o que o Bob tem a dizer. Faz avaliações precisas e esclarecedoras de lançamentos, conta interessantes histórias vividas por ele, muitas delas nas pistas, já que foi um bem sucedido piloto profissional por 25 anos, e aborda questões quotidianas sobre o cidadão motorizado. É o editor-chefe e revisor das postagens de todos os editores.

Publicações Relacionadas