Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas NOVO AUDI TT CUPÊ, SABOR DE PERFEIÇÃO – Autoentusiastas

NOVO AUDI TT CUPÊ, SABOR DE PERFEIÇÃO

DSC02280 r

O Audi TT apareceu como conceito em 1995 e foi lançado em 1998 no outono europeu. No verão de lá, em 2006, veio a segunda geração, com emprego da partes da carroceria em alumínio.   Mais recentemente vieram o TTS e o TT RS, com motores de 4 cilindros 2-L de 272 cv e 5 cilindros 2,5-L de 340 cv. Agora está na terceira geração, lançada no Salão de Genebra em março de 2014 por enquanto com motor 2-L turbo de 230 cv de 4.500 a 6.200 rpm e 37,7 m·kgf de 1.600 a 4.300 rpm,  e TTS de maior potência e torque, 4-cilindros, 310 cv e 38,7 m·kgf, em estudo para vir para o Brasil também. Sempre motores dentro de toda a característica dos atuais motores do Grupo VW, ao qual a Audi sabidamente pertence.

Chega em duas versões, Attraction por R$ 210.000 (sem aumento de preço), e Ambition, por R$ 230.000, esta recheada de mais itens de tecnologia como faróis totalmente de LED, seleção de modo de rodagem, rádio MM Plus com navegador (opcional no Attraction) e rodas de 19 pol. com pneus 245/35R19Y, esta a versão disponibilizada para andar no lançamento no Rio de Janeiro esta semana.

 

DSC02293 r

O TT é um cupê 2+2 com tampa traseira liftback, em que o vidro abre junto, e o porta-malas é de 305 litros (13 L mais que antes) com estepe temporário T125/70R19M (130 km/h).  O entreeixos é de 2.505 mm, mais 37 mm do que na geração anterior, sem aumento do comprimento, que é de 4.177 mm. Mas ficou mais baixo 10 mm, com 1.353 mm de altura, o mesmo com a largura, que agora é de 1.832 mm.

 

DSC02353 r

Novidade nesta terceira geração, e das mais bem-vindas, é o quadro de instrumentos totalmente virtual, com o navegador no centro. Nada de olhar para a direita mais:

 

DSC02297 r

O conta-giros, naturalmente à esquerda, e o velocímetro com janela digital podem ser aumentados e na hora de andar realmente rápido o conta-giros poder ficar bem grande e no centro, à moda Porsche.

 

_MG_2224

(foto da divulgação)

O local efetivo para essas primeiras impressões foi a rodovia RJ-106 entre Araruama e São Pedro da Aldeia, de cerca 40 quilômetros, o suficiente para saber como é o TT. A Audi providenciou para que os jornalistas fossem levados de helicóptero, do heliponto na lagoa Rodrigo de Freitas, até um posto Graal nessa rodovia, o que foi de grande eficácia para o programa por evitar perda de (precioso) tempo. O tempo de vôo foi de apenas 25 minutos.

O câmbio é robotizado de duas embreagens em banho de óleo e seis marchas. As trocas ascendentes, tanto faz se deixadas por conta dos algoritmos ou manualmente (alavanca ou borboletas), são invariavelmente acompanhadas do “pró” no escapamento. E como anda, dá gosto: 0 a 100 km/h em 5,9 segundos e chega a limitados 250 km/h (lá em Ingolstadt dão um jeito nisso, com certeza…). Mesmo com o controle de estabilidade e tração ligado no segundo de dois níveis, o mais permissivo, não sai patinando excessivamente.

Desnecessário dizer, este tração-dianteira tem um comportamento, um jeito de andar perfeito. Aponta nas curvas com uma precisão notável e pode-se, no caso do Ambition, escolher entra cinco padrões de rodagem.  Na traseira, o aerofólio eleva-se automaticamente ao chegar a 130 km/h.

 

DSC02369 r

O motor é o EA888 com injeção no duto e direta e coletor de escapamento integrado ao cabeçote e tem árvore contra-rotativa de balanceamento. É absolutamente liso, impressiona. A trocas no limite, mesmo em modo manual, são feitas a 6.800 rpm, não fica cortando. A 120 km/h em sexta o motor está a 2.200 rpm.

O consumo é 9,9 km/l na cidade e 12,7 km/l na estrada, padrão Inmetro/PBEV, portanto mais do que adequado para um carro desse tipo e propósito.

Quem tiver recursos tem à disposição um grande (e sério) brinquedo para o dia-a-dia. E assim que possível faremos um “no uso” com ele.

BS

Fotos: autor exceto indicado na foto

Nota: Veja mais fotos após ficha técnica e lista de equipamentos.

 

FICHA TÉCNICA AUDI TT CUPÊ AMBITION 2015
MOTOR
Tipo Ignição por centelha, 4 tempos
Instalação Dianteiro, transversal
Material do bloco/cabeçote Ferro fundido/alumínio
N° de cilindros/configuração 4 / em linha
Diâmetro x curso 82,5 x 92,8 mm
Cilindrada 1.984 cm³
Aspiração Forçada por turbocompressor com interresfriador
Taxa de compressão 9,6:1
Potência máxima 230 cv de 4.500 a 6.200 rpm
Torque máximo 37,7 m·kgf de 1.600 a 4.300 rpm
N° de válvulas por cilindro 4
N° de comando de válvulas 2 / com variador de fase de admissão e escapamento, correia dentada
Formação de mistura Injeção eletrônica no duto e direta
ALIMENTAÇÃO
Combustível Gasolina de 95 octanas RON
TRANSMISSÃO
Rodas motrizes Dianteiras
Câmbio Robotizado, duas embreagens em óleo
N° de marchas 6 à frente e uma à ré
Relações das marchas 1ª. 3,77:1; 2ª. 2,09:1; 3ª. 132:1; 4ª.0,92:1; 5ª. 0,90; 6ª 0,72
Relação de diferencial 1ª à 4ª 3,45:1; 5ª e 6ª 2,76:1
FREIOS
De serviço Hidráulico, duplo circuito em diagonal, servoassistido
Dianteiro Disco ventilado
Traseiro Disco
Controle ABS, EBD, BAS
SUSPENSÃO
Dianteira Independente, McPherson com subchassi de alumínio, braço triangular, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora
Traseira Independente, multibraço, mola helicoidal e amortecedor pressurizado separados e barra estabilizadora
DIREÇÃO
Tipo Pinhão e cremalheira, assistência elétrica indexada à velocidade
Diâmetro mínimo de curva 10,9 m
RODAS E PNEUS
Rodas Alumínio 9Jx19
Pneus 245/35R19Y
PESO
Em ordem de marcha 1.335 kg
CARROCERIA
Tipo Monobloco em aço, capô e pára-lamas dianteiros de alumínio, 2 portas cupê 2+2 lugares, subchassi dianteiro e traseiro
DIMENSÕES EXTERNAS
Comprimento 4.177mm
Largura sem espelhos 1.832 mm
Altura 1.353 mm
Distância entre eixos 2.505 mm
Distância mínima do solo 130 mm
CAPACIDADES (L)
Porta-malas conforme VDA (V211) 305 a 700 litros
Tanque de combustível 50 litros
DESEMPENHO
Velocidade máxima 250 km/h (limitada)
Aceleração 0-100 km 5,9 s
CONSUMO DE COMBUSTÍVEL INMETRO/PBEV
Cidade 9,9 km/l
Estrada 12,7 km/l
CÁLCULOS DE CÂMBIO
V/1000 em 6ª 54,.5 km/h
Rotação do motor a 120 km/h em 6ª 2.200 rpm
Rotação do motor à vel. máxima 5ª/6ª n.d.

 

AUDI TT CUPÊ AMBITION 2015 – EQUIPAMENTOS BRASIL
CONFORTO E COMODIDADE
Acabamento interno em “platinum”
Apoio de braço dianteiro
Apoio lombar com ajuste elétrico para os bancos dianteiros
Ar-condicionado automático com controles nas saídas de ar
Audi Drive Select (seletor de rodagem)
Audi Virtual Cockpit (quadro de instrumentos virtual)
Bancos com combinação couro/Alcantara
Bancos dianteiros com ajustes elétricos
Bancos dianteiros esportivos
Chave presencial com partida por botão (Pacote Advanced opcional)
Controlador automático de velocidade de cruzeiro
Espelho interno fotocrômico
Pacote de luzes
Pára-brisa com faixa degradê
Pedais e apoio de pé em alumínio
Sensores de chuva e crepuscular
Start-stop (liga-desliga motor), desligável
Volante aplainado em couro, multifuncional e com borboletas
SEGURANÇA
Alarme
Assistente de freio de estacionamento
Assistente para luz alta
Aviso de cinto desatado
Bolsas infláveis laterais e de cortina
Faróis com ajuste de altura
Faróis totalmente em LED
Limpador de faróis
Sensor de estacionamento traseiro
Sensor de estacionamento dianteiro (Pacote Advanced opcional)
Travamento central com controle remoto a distância
ÁUDIO E COMUNICAÇÃO
Audi music interface
Audi Sound System
Bluetooth
Rádio MMI ´plus com sistema de navegação
Sistema de áudio Bang & Olufsen (Pacote Advanced opcional)
EXTERIOR
Acabamento das soleiras das portas em alumínio
Carcaças dos espelhos externos na cor do veículo
Espelhos externos com ajuste elétrico
Pintura metálica ou perolizada (Opcional)

 

Mais fotos:



Sobre o Autor

Bob Sharp
Editor-Chefe

Um dos ícones do jornalismo especializado em veículos. Seu conhecimento sobre o mundo do automóvel é ímpar. História, técnica, fabricação, mercado, esporte; seja qual for o aspecto, sempre é proveitoso ler o que o Bob tem a dizer. Faz avaliações precisas e esclarecedoras de lançamentos, conta interessantes histórias vividas por ele, muitas delas nas pistas, já que foi um bem sucedido piloto profissional por 25 anos, e aborda questões quotidianas sobre o cidadão motorizado. É o editor-chefe e revisor das postagens de todos os editores.

  • Lorenzo Frigerio

    (off-topic) Essa sim é uma “indústria” que dá lucro no Brasil. E não tem “parte do Leão”:
    http://www1.folha.uol.com.br/saopaulo/2015/05/1628754-multas-de-transito-em-sp-aumentam-e-21-sao-aplicadas-por-minuto.shtml

    • Lucas dos Santos

      Destaque para esta parte (os grifos são meus):

      Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), a ultrapassagem do limite de velocidade foi a infração mais flagrada entre janeiro e março, com 844 mil notificações. Em seguida, aparecem a invasão a faixas exclusivas de ônibus (416 mil) e o desrespeito ao rodízio de veículos (392 mil) e a regras de estacionamento (280 mil)“.

      Somente infrações que são “fáceis” de se fiscalizar! Enquanto isso, várias outras infrações passam impunes, como se seguir as regras de circulação fosse opcional!

      • CorsarioViajante

        Pior ainda, falar ou digitar ao celular enquanto dirige, que é uma febre.
        No fundo, o limite de velocidade é a galinha dos ovos de ouro: dá uma tremenda receita, não dá trabalho pois a fiscalização é feita por equipamentos automáticos, e, dada a idiotice reinante, é indefensável, pois todos vão dizer que está certinho andar a 60 km/h numa avenida com cinco pistas sem farol, tudo em nome da “segurança”. E assim as prefeituras enchem o cofre, que de outra forma ficaria vazio.

  • Mr. Car

    Eu gosto de instrumentos digitais desta forma, ou seja, simulando os tradicionais. E conheço muito bem a rodovia onde foi feito o teste, bem como este Posto Graal. Pegou seu pão grátis, Bob? Neste posto, abastecendo 30 litros ou acima, você ganha um enorme e delicioso pão de semolina, he, he! Curiosidade: o som era de rádio, ou CD? Creedence Clearwater e Joy Division…acho que era CD, he, he!

    • Mr. Car,
      Boa, essa do pão, não sabia. Som? Nem prestei a menor atenção. O carro era mais que suficiente…

      • Mr. Car

        Acredito. Se bem que dependendo do que se está ouvindo, o prazer de estar ao volante de um belo carro ganha um “plus a mais”, he, he!
        Abraço.

    • RoadV8Runner

      Caraca, Mr. Car… Que detalhista! Demorei para entender o porquê das músicas. Fiquei pensando “Cadê o raio do vídeo?”… Rssss!

    • Gustavo73

      Os dois em uma rádio, dirigindo um TT. Acho mais fácil ganhar na loteria…

    • Domingos

      Vez ou outra eles têm dado desconto em pizza ou um copo de coca cola em certos pedágios em São Paulo.

      Pena nunca terem oferecido aqui esse pão, é muito bom pão de semolina!

  • RoadV8Runner

    Gostei do desenho da carroceria, a anterior não me apetecia de fato. Impressionante o baixo consumo para um esportivo com mais de 200 cv.

  • Marcos Alvarenga

    Na Europa vem com opção de cambio manual?

    Me recuso a acreditar que não tenha feito um video.

    • Marcos,
      Sim, hã versão manual na Europa, seis marchas. A razão de não haver vídeo é nos lançamentos haver pouco tempo para as tomadas dentro do nosso padrão atual. Aqueles vídeos do começo, segurando a câmera na mão, não têm mais lugar hoje. Não deve baixar o padrão, só elevá-lo. Agora, só no ^no uso^. Sobre a questão do câmbio, hoje se dirige um DSG exatamente como se fosse um manual, com as diferenças de não haver pedal de embreagem e não se precisar dar a aceleração interina, que já está já chegando também aos câmbios manuais, como no Corvette;

      • Marcos Alvarenga

        Indelicadeza andar nessa máquina e não dar carona para nós (risos).

        Brincadeiras à parte, entendo perfeitamente. Não há mais espaço para vídeos artesanais no formato atual.

        Forte abraço,

  • CorsarioViajante

    Tremendo carro.

  • Mr. Car

    Sou, sim. Só não resolvi ainda se isto é uma das minhas qualidades ou um dos meus defeitos, he, he!

  • Fernando

    Embora tenha vários pontos a citar no carro, este GPS embutido no painel realmente roubou a cena, mesmo que isso não esteja entre os itens que mais despertam minha atenção.

    O motorista que não olhe tanto para ele esquecendo do resto, porque pelo tamanho e definição, parece ser um auxilio muito bom.

  • RJGR

    Carro bonito, parece um R8 menorzinho. Aparece um branco, muito bonito, numa foto.
    Se eu pudesse escolher, colocaria uma roda menor com 18 polegadas e aumentaria a seção lateral do pneu.
    Off: o Gol está fazendo 35 anos eu tive um 1,3 1980. Será que ele completa 36 anos ou o PT e a Dilma fecham a VW antes?

  • César

    Sonho com o dia em que todo carro terá um quadro de instrumentos como esse!

  • REAL POWER

    Quando a Audi lançou no Brasil o A5 v6, que se não me falha memória com 279 cv eu fui fazer teste dele junto a jornalistas. Uns dos carros de apoio era um TT conversível. Não pude deixar de dar uma volta nele. Um belo carro e prazeroso ao dirigir. Na estrada livre consegui avaliar bem em relação a performance, estabilidade, freios etc. Tudo correto em relação a proposta do carro. Até então não tinha dirigido um moderno conversível. Foi uma boa surpresa. Tenho certeza que o atual é melhor em tudo e que o comprar terá feito uma ótima escolha.

  • Caio Azevedo

    Nossa, demorei para entender que era pau de selfie. Pensei que era taco de golfe, mas naturalmente achei estranho. Esse GPS bem na cara não chama muito a atenção quando NÃO se quer olhar para ele?

  • Mr. Car

    Eu queria meeeeeeeeeeeesmo é que o PT não completasse 36 anos.

  • CorsarioViajante

    Também achei que era proibido jogar golfe embaixo do helicóptero… rs
    Acho que como o painel é configurável, então quando você quer pode exibir apenas o clássico Wolfsburg.

  • Caio Azevedo,
    Não me incomodou absolutamente, mas com certeza há configuração para fazer o mapa sumir, haja vista o que eu disse do conta-giros à moda Porsche.

  • Thiago Teixeira

    Tira clientes do Camaro?

    • WSR

      Depende, rs. Se o cara for fã do “Camaro amarelo”, acho que não, rs.

    • Douglas

      O Camaro não tem o mesmo refinamento mas é V8 e tem 406 cv.
      Na minha opinião não tira.

    • Cadu

      São propostas diferentes.
      Carrocerias totalmente diferentes, tamanhos.

  • WSR

    Vídeo do painel no youtube:

  • Carlos Eduardo Favoreto Milani

    Sendo 2014, é feito sobre a arquitetura MBQ?! Não sei por qual motivo achei ele pesado… esse motor 888, é o mesmo do GTI, contudo estranhei o torque a mais, sendo a cavalaria idêntica…

  • Christian Bernert

    Não consigo entender como a potência pode ser considerada constante de 4.500 a 6.200 rpm. Sabemos que a potência é dimensionalmente o produto do torque pela rotação. Significa então que o torque deste motor sofre uma queda acentuada a partir dos 4.500 rpm?

    • Domingos

      Todos esses turbos planos demais em potência ou torque são limitados e esculpidos artificialmente. Se deixassem a curva natural, talvez seria um motor de 300 cavalos – mas com consumo, dirigibilidade e desgaste não aceitáveis à proposta.

    • Cadu

      “2-L turbo de 230 cv de 4.500 a 6.200 rpm e 37,7 m·kgf de 1.600 a 4.300 rpm”
      Um turbo só não faz milagre. Ele tem um limite de cfm
      Geralmente em alta ele é “enforcado”
      Tanto que preparações mais “hardcore” troca-se a turbina por uma de maior vazão

  • Domingos

    Como funcionam esses faróis totalmente a LED? Tenho curiosidade em saber se são melhores que os xenon e halógenos.

  • Cadu

    Sensacional! Esse conjunto já é estado da arte para carros urbanos
    Numa carroceria coupé belíssima, então!
    E que painel hein?