Coluna 0115   2.jan.2015  rnasser@autoentusiastas.com.br      

De: Coluna
Para: Leitor

Assunto: Desejos para o seu 2015                                               

Em desejos para o próximo ano, melhor começar entendendo-o como um desafio, com a economia em dúvida entre ser corrigida pelo trio nomeado pela Presidente, e se esta permitirá a aplicação corretiva ao descontrole do primeiro governo Dilma. Se as previsões são de contração e aumento de custos e impostos, cuide-se com suas despesas. Boa hora para investir por quem está entesourado. Caso contrário, segure-se com os financiamentos.

Dois mil e quatorze foi excelente para a coluna De Carro por Aí: praticamente dobrou o número de leitores: arranhamos os 10 milhões de acessos, pelos  seis  jornais e os 22 veículos de mídia eletrônica que a veiculam.

A eles a Coluna agradece o interesse e, no melhor estilo de princípio de ano, deseja:

— Que você tenha a competência de observar os sinais à sua volta para perceber mudanças, como no caso dos Peugeot, comprados mandatoriamente nas versões mais caras;

— Que você adote, em caso de necessidade, a coragem desta marca, em mudar de foco: privilegiar as versões mais caras, cortar a produção, optar por vender menos, com mais lucros;

— Que você aja como a PSA, holding da marca, antecipando-se aos problemas, favorecendo a união de suas marcas Peugeot, Citroën e DS num mesmo negócio. Resumir vendas significa risco à rede e, para preservá-la, a concentração dos negócios;

 

Foto Legenda 01 coluna 0115 - PSA-Peugeot-Citroen  Desejos para o seu 2015           Foto Legenda 01 coluna 0115 PSA Peugeot Citroen

Peugeot e Citroën unirão rede de revendedores

— Que você veja solução nos problemas. Com a projeção de falta de energia, a Honda implantou parque de geração eólica para evitar reduzir produção;

— Que você troque de automóvel. Em 2015, novidades nacionais atraentes: Audi A3 sedã; VW Jetta 1,4 TSI; Golf 1,4 TSI; SAV Honda HR-V; BMWs;

— Que você possa fazê-lo sem recorrer a financiamentos, atualmente com juros altos, conseqüência da inconseqüência da gestão econômica do país;

— Que você defenda seus conceitos econômicos, comprando apenas o que pode, sem financiar ou considerar o cheque especial como renda;

— Que você deixe a prática da criatividade contábil restrita ao governo federal e sua maioria no Congresso — a eventualmente remanescente, pós-denúncias no Petroescândalo. Não faça isto, pois o próprio governo, através da Receita Federal, irá pegá-lo;

— Que você poupe para conquistas e bons negócios. O encontro de Economia em baixa com Inflação em alta trarão negócios oferecidos pelos que não planejaram;

— Que você não tenha entrado na roubada — seria trocadilho, mas é verdade — da Petrobrás, incentivada pelo Governo Federal em aplicar sua poupança em ações da petroleira. Com valor da ação caindo 4/5 do pico de valorização, vender não é solução. Melhor aguardar;

— Que você dê parâmetro contábil aos seus problemas. Perdas e danos em 2014 devem ter sido escriturados como prejuízo no 31.dezembro.2014. Dia seguinte é outro exercício, e não devem pesar em sua disposição de Ano Novo. Tem a receber ou discutir? Passe o problema ao seu advogado e fique frio;

— Que você se inspire no Eduardo Souza Ramos e seu toque de Midas. Apaixonado por corridas de automóveis não se resumiu fazendo pista particular. Comprou uma fazenda e construiu circuito e infraestrutura, o Velo Città. Homologou-o na FIA como autódromo internacional. E o aluga para lançamentos, testes, cursos, exposições. Diversão com lucro.

 

Foto Legenda 02 coluna 0115 - Autodromo-velo-citta  Desejos para o seu 2015           Foto Legenda 02 coluna 0115 Autodromo velo citta

Velo Città. Diversão não exclui faturamento

— Que você tenha a objetividade do Philipp Schiemer, presidente da Mercedes no Brasil. Nomeado para fazer a companhia crescer, mudou produtos, ampliou a gama, e reassumiu a liderança na venda de caminhões e manteve a de ônibus. No segmento foi a marca com menor perda em vendas;

— Que você ouça o mercado, como o fez Joachim Meier, ex-vice-presidente da Mercedes no Brasil, enviado para dirigir a filial argentina. Em dois meses de gestão depurou e aplicou as sugestões dos concessionários. Terminou o ano liderando em todos os segmentos onde participa, fato novo naquele mercado. A soma dos dois resultados significa liderar num continente no segmento comercial;

 

MB trucks  Desejos para o seu 2015           MB trucks1

Mercedes liderou em comerciais no Continente

— Que você cole no planejamento de Sergio Marchionne, o grande chefe da Fiat em seu negócio de assumir a Chrysler. Mudou a sede legal da Fiat para a Holanda, removeu Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari, para cortar laços de italianidade e lançou ações da Ferrari para fazer caixa aos planos de expansão;

— Que você se surpreenda como o Thomas Schmall, presidente da VW do Brasil, promovido à diretoria da matriz na Alemanha, ao enfrentar sem-número de recepções de despedida;

— Que para você o caminho do sonho não tenha retorno, como o faz o designer João Paulo Melo, autor de um recreation do Willys Interlagos berlineta. Tem olhar de simpatia da Renault para a base mecânica, mas bate de porta em porta de investidores para produzir pequena série para uma categoria de competição. Nada fático, mas não desiste. Uma empresa de Milão utilizou o mesmo conceito, e materializou-o cometendo coisa sem atrativo.

 

Foto Legenda 04 coluna 0115 -A-108 Berlineta r  Desejos para o seu 2015           Foto Legenda 04 coluna 0115 A 108 Berlineta r

A-108 Berlineta, recreation do Willys Interlagos

— Que, se der oportunidade, pratique ou reverencie os que mantêm palavra ou compromisso institucional, como o fizeram a Mercedes-Benz, a empresa alemã de investimentos Deutsche Vermögensberatung, a fábrica de capacetes Schuberth e a de relógios Audemars Piguet. Mantiveram o patrocínio ao heptacampeão de Fórmula 1 Michael Schumacher, há um ano enfrentando a morte após um besta acidente ao esquiar;

— Que, como a Audi, você não se acomode com superar resultados e projeções. A marca alemã ultrapassou suas previsões de vendas, e incrementou em quase 10% seu investimento: aplicará 24 bilhões de euros em tecnologia, eletricidade, conectividade e redução de peso. Na prática a meta é outra: superar a BMW. A concorrente vendeu uns 45 mil veículos a mais —uns 2,5% do total.

— Que você tenha foco e determinação como a Volkswagen AG, aplicando-se para superar a Toyota na liderança mundial. A alemã aplicará 85,6 bilhões de euros num projeto quinqüenal em produtos e instalações.

 

Foto Legenda 05 Coluna 0115 - Audi  Desejos para o seu 2015           Foto Legenda 05 Coluna 0115 Audi

Audi: superação de objetivos não permite descanso

 

— Que se você tiver que montar uma equipe para vencer, reúna os melhores e com foco no seu objetivo. Fuja do exemplo da presidente Dilma e seu novo  ministério, de nomes pífios, questionáveis, em grande maioria sem a experiência necessária à função.

— Que você insista e apóie as punições aos indiciados, presentes e futuros, no caso dos desvios de caixa da Petrobrás, tanto pelos refinados bandidos, pelas importâncias surrupiadas e pela necessidade de sua devolução. Os Petropilantras envergonharam o Brasil mundialmente;

— Que o seu Deus lhe seja generoso dando-lhe paciência para conviver com o período duro, sentido no bolso, e as explicações governamentais, que parecem dirigir outro país. E lhe insufle indignação para reagir.

RN

 A coluna “De carro por aí” é de total responsabilidade do seu autor e não reflete necessariamente a opinião do AUTOentusiastas.

 

Sobre o Autor

Roberto Nasser
Coluna: De carro por aí

Um dos mais antigos jornalistas de veículos brasileiros, dono de uma perspicácia incomum para enveredar pelos bastidores da indústria automobilística, além de ser advogado. Uma de suas realizações mais importantes é o Museu Nacional do Automóvel, em Brasília, verdadeiro centro de cultura automobilística.

Publicações Relacionadas

  • AlexandreZamariolli

    Ya habibi Nasser,
    Em nome de Allah, clemente e misericordioso, que assim seja.

  • Thiago Teixeira

    Nota 10. Excelente essa volta de carro por ai.

  • Aldo

    Nasser:
    Obrigado e parabéns pelos excelentes conselhos e comentários. Feliz 2015 para ti e para todos. Abraços.

  • CCN-1410

    Eu vejo Nuvens escuras no horizonte. Dá medo.

  • marcus lahoz

    Boa!!! Que venha 2015!!!

  • Mr. Car

    Em 2015, eu desejo que o avião presidencial caia. Com toda a turma dentro. Dilma, Lula, Gilberto Carvalho, José Eduardo Cardozo, Mercadante, Greenhalgh, etc, e tanto melhor se estiver dando carona para Amiguinhos queridos desta gentalha, como Jõao Pedro Stédile, Marilena Chauí, Leonardo Boff, e o terrorista Cesare Battisti, por exemplo. Não custa sonhar, não custa torcer.

    • Antônio do Sul

      Só não desejo o mesmo porque tenho pena dos tripulantes, que são funcionários de carreira.

    • Thiago Teixeira

      Se virasse o lost ja estaria bom

  • Lucas dos Santos

    Excelente coluna, Nasser.
    Gostei do formato com que ela foi feita.