(foto: dirceurabelo.wordpress.com)  EDITORIAL: PETROLÃO NOS DÁ LIÇÃO dirceurabelo

(foto: dirceurabelo.wordpress.com)

Certos arroubos de políticos, volta e meia me trazem à lembrança uma manhã na fazenda; com o sol nascendo, as vacas mugindo no estábulo e eu num banco trocando uma idéia com o Carlão, gerente da fazenda, organizando as tarefas para o dia que nascia. E eis que um galo todo estufado, em cima de um monte de esterco, começa a cantar a plenos pulmões: Cocoricóóó! Cocoricóó!

— Eta galo que se acha o rei do pedaço! — comentei com o Carlão. Vai ser metido a poderoso lá adiante.
— Conheço um monte de gente que também é assim — disse o Carlão, com sua objetiva sabedoria.
— Assim, como? — perguntei.
— O cara que se acha o tal, fica cantando de galo, mas que se esquece que na verdade ele está é em cima de um monte de cocô— esclareceu o Carlão, enquanto lá continuava o galo a cantar, arrufando as penas e levantando poeira de esterco para os lados.
— Carlão, bota aí na lista das tarefas tirar essa porcaria desse monte e esparramar no pasto — resolvi.

Pois é assim que se resolve essa situação. Tire o monte de esterco para que o galo vá cantar em outras bandas.

Com a Petrobrás dá-se o mesmo. Não foram esses galinhos, alguns já pegos e devidamente engaiolados — na verdade só pegaram os frangotes, por enquanto —, que criaram esse monte de esterco que aí está. Esse esterco vem sendo acumulado pelo “sistema” há décadas, há vários governos. Os dois últimos governos é que exageraram na dose, se acharam inatingíveis, já que seu líder supremo era considerado um deus-galo infalível e todo-poderoso, e folgaram demais na roubalheira, na cantoria. O monte de esterco resulta de falhas no “sistema”. Sistema são os controles que a sociedade tem sobre os seus funcionários contratados, os funcionários públicos. Se o sistema é falho, se a gente não controla a coisa, essas pessoas instintivamente passam a folgar. Isso é natural, é do bicho homem, e volta e meia a gente tem que lhes mostrar que o Brasil tem dono e que esse dono somos nós e não eles.

Todo esse bandalho que está vindo a público é prova de que o nosso sistema é propositalmente falho, já que, afinal, aos que delegamos a tarefa de corrigir essas falhas — os políticos — paradoxalmente são os que se beneficiam delas. Nosso sistema tenta o ladrão, e quem tenta o ladrão também tem culpa das conseqüências.

 

Comamos o galo antes que ele nos coma (foto: rogeriompedro.blogspot.com)  EDITORIAL: PETROLÃO NOS DÁ LIÇÃO rogeriompedro

Comamos o galo antes que ele nos coma (foto: rogeriompedro.blogspot.com)

Tiremos o monte de esterco e corrijamos o sistema para que ele não mais se acumule. Não adianta prender essa turma e deixar o sistema como está, porque outra turma há de continuar a nos prejudicar.

Está bem arriscado que a Securities Exchange Commission, órgão americano equivalente à nossa Comissão de Valores Mobiliários, multe a Petrobrás em pelo menos US$ 10 bilhões (falam até em US$ 20 bi), por ela não seguir a regras americanas de conduta, regras essas que toda empresa que negocia ações na bolsa de valores daquele país também é obrigada a seguir. Acontece que com tanto bi pra cá e bi pra lá, acabamos perdendo a noção do dinheiro, então façamos um pouco as contas, dimensionemos esses números.

Bem, US$ 10 bi equivalem a uns R$ 26 bi, que é o que o país gastou com o Bolsa Família em 2013 (R$ 25 bi), e que mal ou bem tirou muita gente do sufoco. Esses R$ 26 bi, se fossem divididos por cada habitante do Brasil, incluindo aí os brasileirinhos e brasileirinhas que a nossa presidente tanto acarinha durante a campanha, daria uma conta de uns R$ 128,00 para cada um. E isso é só essa multa aí dos americanos. E eles sabem cobrar, portanto prepare o bolso.

E teve também outro “dinheirinho” que já se foi de nossos bolsos. A nossa Petrobrás — inicialmente idealizada já na década de 1930 pelo genial escritor Monteiro Lobato — em 2008 valia R$ 580 bilhões e agora, depois de a arruinarem, só vale R$ 114 bilhões, uma perda de valor de R$ 466 bilhões. Fazendo as contas ficamos sabendo que cada brasileiro perdeu R$ 2.197,00. É mole?

Compramos Pasadena. Prejuízo de no mínimo R$ 792 milhões, segundo o TCU, Tribunal de Contas da União. Mais alguns cruzeirinhos voando de nossos bolsos. E por aí vai. O duro é que para que essa quadrilha roube certo valor, ela arma um negócio que nos dá um prejuízo muitas vezes maior que o valor do roubo. Em vista disso, para amenizar a coisa, proponho que essa quadrilha de políticos abra logo o jogo e diga o quanto pretende roubar. Eu sei que a ganância deles não tem fim. Eu sei que roubam por roubar, por instinto, vício, cleptomania; sei que roubam pelo prazer de roubar, mas sou otimista e creio que haveríamos de com eles chegar a um acordo nos seguintes termos.

— Quanto vocês querem roubar? — perguntamos.
— Um monte de dinheiro — tranquilamente, com desfaçatez, em uníssono nos respondem.
— Mas um monte, quanto? — mantendo a calma, mantendo o foco, perguntamos.
— Um monte que nem aquele do Tio Patinhas, daqueles de poder mergulhar e sair de braçadas — um lá levanta a mão e faz seu requerimento, ao que é ovacionado pelos nobres colegas que se levantam e aplaudem emocionados, suas camisas saindo para fora das calças e barrigas balofas chacoalham freneticamente com as gargalhadas.

— OK, OK, vocês terão o dinheiro. Calma. Serão “tantos bi”. OK? — nós pacientemente concordaremos, e com isso pediremos as chaves do Banco Central ao Sr. Tombini para que a camarilha entre lá com carrinhos de mão, caminhonetes, e pegue essa tantada de grana descomunal e saiam dali naquela longa fila para nunca mais voltar.

Essa “negociação” com os gatunos, apesar de parecer ridícula, certamente nos daria bem menos prejuízo do que deixá-los a seu bel-prazer cuidando do que é nosso, já que o problema maior não é o valor do roubo, apesar dele ser imenso. O problema maior é o quanto nos fazem perder para que eles criem as condições de roubar. Aí é que está o busílis.

E aí, com eles longe, alguns em Paris, outros num triplex na Praia das Astúrias, a gente trataria de trabalhar e tratar de arrumar a casa, já que não sabemos fazer outra coisa.

O duro será a Petrobrás encarar o que vem por aí, mesmo que passe a ser bem administrada. A Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) decidiu que já era hora de fazer um dumping no mercado (dumping, em economês, é quando uma empresa, organização ou país, para quebrar as pernas dos concorrentes, passa a vender seu produto a preço bem mais baixo que o do mercado). E esse é um dumping dos bravos: em poucas semanas baixou o preço do barril de petróleo, de US$ 110 para US$ 60 — só 45%… E como a extração de petróleo da maioria dos países membros da Opep é baratíssima, eles têm como agüentar vender petróleo a preço tão mais baixo e mesmo assim ter lucros monumentais. Fora a Venezuela, que já estava mais que quebrada, os outros agüentam. Esse dumping objetiva quebrar as pernas de outras fontes de energia e, principalmente, outros modos que vêm sendo desenvolvidos para se extrair petróleo, dentre eles o muito bem-sucedido fraturamento hidráulico, que nos últimos anos tem aumentado barbaramente a produção de gás e petróleo americana, e a extração de areias betuminosas, método também revolucionário e que vem sendo um sucesso no Canadá. Está previsto, por exemplo, que em 2020 os EUA passarão de importadores a exportadores de petróleo. Mas esses dois métodos, por exemplo, são mais caros e passam a ser inviáveis caso o preço do petróleo no mercado mundial fique abaixo dos seus custos.

E aí, ou os governos subsidiam essa diferença ou dizem “sinto muito” às empresas que estão trabalhando com esses novos processos, e o mais provável é que partam para o “sinto muito”, porque é muita grana e o contribuinte lá é quem manda e não enfia a mão no bolso tão fácil como nós

E nós nessa? E o nosso tão cantado Pré-Sal? Vai pro brejo? O mais provável é que não vá totalmente pro brejo e que entre num estado de semi-hibernação com reformulação. Todo o seu mirabolante plano de investimentos foi baseado na estimativa de que o preço do petróleo se mantivesse em ao redor de US$ 150/barril. Com a previsão passando a ser de US$ 60/barril, é certo que todo esse planejamento foi implodido, virou pó, e o negócio é esperar a poeira baixar para ver o que sobrou da coisa. Além do mais, não esqueçamos que esse plano foi feito sob a batuta da ilustre presidente Dilma Rousseff, então presidente do Conselho da Petrobrás, da sua fiel e carrancuda Graça Foster e dos ilustres prisioneiros Paulo Roberto Costa et caterva, estes mais preocupados em mandar mala de dinheiro pra um e mala de dinheiro pra outro. Todos já provadamente incompetentes.

 

Acho que já vi esse galo antes (foto: panoramio.com)  EDITORIAL: PETROLÃO NOS DÁ LIÇÃO panoramio

Acho que já vi esse galo carrancudo antes (foto: panoramio.com)

Mas há males que vêm para o bem. Se pensarmos bem, esse tombo que a Opep está dando no mercado nos será útil. Primeiro, porque apesar do nosso ilusionista-mor, Sr. Lula, ter cantado a plenos pulmões que éramos auto-suficientes, o Brasil nunca o foi, tanto que em 2013 nossa balança da conta-petróleo pendeu para um déficit de US$ 20,3 bilhões. Com isso espera-se que esse déficit caia para pouco mais que a metade desse montante. E em segundo porque fará com que se repense, agora com cabeças melhor neuronizadas, como e o que faremos com as reservas do Pré-Sal. Certamente economizaremos uns bilhõeszinhos aí, certamente.

E o álcool? Ele, que já estava inviável com o petróleo a US$ 110/barril, será indefensavelmente inviável com o petróleo a US$ 60. Não haverá falastrão que com cantorias de galo consiga defender tão desmesurada burrice. Talvez nos livremos dessa praga, assim como muitas outras que tanto nos pesam nos já arreados ombros. Talvez possamos vir a ser mais felizes. Torçamos.

— Carlão, então manda o Lineu e o Luís Pescoço pegarem o trator com a carreta e esparramarem esse monte de esterco na capineira. Vamos fazer uma esterqueira própria, bem fechada com grades, para guardar essa bosta que empesteia o ar. E, por favor — sei que terá muito gosto nisso —, meta aquela tua bica de beque carrasco na traseira desse galo garnisé, que eu quero ver as penas voando.

 

O galo, depois da bica do Carlão (foto: robsonpiresxerife.com)  EDITORIAL: PETROLÃO NOS DÁ LIÇÃO robsonpiresxerife

O galo, depois da bica do Carlão (foto: robsonpiresxerife.com)

Ae/AK

Sobre o Autor

AUTOentusiastas

Guiado por valores como paixão, qualidade, credibilidade, seriedade, diversidade e respeito aos leitores, o AUTOentusiastas desde 2008 tem a missão de evoluir e se consolidar como um dos melhores sites sobre carros do Brasil. Seja bem-vindo!

Publicações Relacionadas

  • CorsarioViajante

    Nada a acrescentar, só a compartilhar.
    Pela primeira linha já deu pra ver que este editorial foi escrito pelo AK.

  • Mr. Car

    No futuro, poderemos ler nos almanaques – “Petrobras: extinta empresa petrolífera brasileira, que faliu por mistura de incompetência gerencial e roubalheiras nunca antes vistas na história do país, depois de aparelhada pelo Partido dos Trabalhadores, uma quadrilha organizada travestida de agremiação política”.

    • Gerson Biava Borjas

      o PSDB não conseguiu amigo , a PETROBRAX não vingo .

      • Mr. Car

        Tem razão, isto justifica tudo e isenta todas as culpas. (modo irônico ativado).

    • ccn1410

      Você conhece algum partido brasileiro cem por cento idôneo.

      • Mr. Car

        Não, mas conheço um 1.000% inidôneo.

      • Leandro1978

        Mas essa é justamente a desculpa que eles querem, que todos são “iguais” e que eles “não fazem nada de diferente”. E com isso vão ficando…

      • Domingos

        A verdade é que a democracia funcionou com os Gregos, que tinham um governo pequeno e uma grande participação popular. Essa participação foi feita ainda por cima por pessoas TÃO destacadas em boa vontade e educação que até hoje lemos os textos e pensamentos deles (Platão, Sócrates etc.).
        A democracia como ela é desde o império Romano, com um grande governo e representação popular de faz de conta e sempre via candidatos, é uma enganação. Uma mera terceirização e não passa de passar ao povo a impressão que estamos melhores que com as monarquias absolutistas.
        Os governantes fazem o que querem. Ditadura não é o caminho, mas política e voto já provaram em TODOS os países que são enganação.
        Por isso que os melhores povos são os que menos dependem de política. Desenvolveram sua sociedade e sua economia e os políticos, apesar de enganadores por natureza, têm menos coragem de não obedecer as vontades do povo.
        Ou seja: PSDB só vai deixar as coisas menos loucas – o que é bom. E não adianta procurar política idônea em lugar nenhum do mundo, basta ver a enaltecida Europa agora na crise para ver quanta palhaçada tem lá também com política. Só que a corrupção é bem mais escondida e bem menor.

    • R.

      Mr.Car
      Eu realmente espero que não ocorra isso com a nossa Petrobrás…
      Mas espero ler nos almanaques que o PT – Partido dos “Trabalhadores” – foi extinto…
      Todos seus integrantes foram presos, condenados á prisão perpétua e trabalhos forçados pelo resto de suas vidas…

  • Eduardo Cavalcante

    Poxa, vocês têm que colocar um botão para compartilharmos os posts no Facebook. Esse texto merecia viralizar.

    • Danilo Bod@o

      Já tem o botão no cabeçário do Disqus. Eu já fiz o favor de compartilhar!!!

    • CorsarioViajante

      Pode copiar o endereço e colar no FB. OU seguir o Ae no FB que eles sempre postam.

    • Lucas dos Santos

      Só entrar no Facebook do Ae e compartilhar por lá.

      • JT

        O Facebook é uma erva daninha da internet: derruba a audiência de sites relevantes e propaga lixo adoidado. Muitos blogs deixaram de existir e se tornaram meras fan-pages do Facebook. Espero que o Ae não caia nessa.

        • Lucas dos Santos

          Concordo totalmente. Apenas quis ajudar o colega, que procurava um meio de compartilhar o artigo na rede social.

          Quanto ao Ae trocar o site por uma fanpage, não vejo essa possibilidade. Um site oferece muito mais recursos que uma página de rede social.

          Aproveitando o assunto, indico – para todos os colegas – esse ótimo texto do Gabriel Torres sobre os malefícios do Facebook: http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Como-o-Facebook-esta-destruindo-a-Internet/2925

        • Lucas

          Erva daninha da internet. Bem colocado. É por isso que eu estou fora de lá. E não me verão por lá tão cedo!!

    • Domingos

      O Facebook é cheio da molecada “bem informada” e progressista e também dos ativistas de internet.
      Vão só atrapalhar uma discussão sana se colocarem os textos lá. Logo enche de militante pago aqui para espalhar propaganda.

  • jr

    Bom, gostaria de discordar do “o muito bem-sucedido fraturamento hidráulico”. Ok, está obtendo combustível, gás, etc, mas a que custo ambiental? Contaminando terras e águas como nunca antes se viu. Até a BP do Golfo do México ficou com inveja! E, para mim, tão grande quanto o escândalo Petrolão é a autorização do “fraturamento” aqui no Paraná. Hoje a extração de xisto é feita em mina a céu aberto, aparentemente com custo ambiental muito baixo, se algum. Com o fraturamento, muita terra agriculturável e muita água vai ser contamninada. E o Governo Federal (nas devidas instâncias) já autorizou a exploração. Isso sim é escândalo, para mim, que deixa o petrolão lá embaixo na ordem das coisas. E, aproveitando, para 2015 dizem que estoura o escândalo do BNDES, que dizem que vai fazer o petrolão parecer coisa de amadores….

    • CorsarioViajante

      Calma… TEm na fila o escândalo dos Correios, do BB… A fila é grande, só procurar que vão achar. Sou correntista do BB e uso muito os correios, é nítido como tem falcatrua e golpe.

      • O Eletrolão vem aí também e vem pesado. Obras de hidrelétricas, mesmo cartel, mesma quadrilha. A PF já pegou o rastro disso na delação do Youssef e não tem mais como segurar a investigação. Palmas à Polícia Federal.

        • CorsarioViajante

          Imagina quando “descobrirem” que são as mesmas empresas que têm as concessões das estradas…

      • Domingos

        É nítido como os Correios, única estatal que tinha orgulho nesse país, caiu em eficiência desde o governão de 12 anos.
        As entregas, o serviço em agências, a rapidez, os preços, a qualidade, tudo caiu para níveis piores que nos anos 90. Regresso, além das muito freqüentes “perdas” de encomendas, roubos internos que não são fiscalizados e roubos de encomendas internacionais – com leniência da PF e até incentivo por parte dela e do governo, que não quer o pessoal importando nada.
        Sobre o impacto ambiental: melhor 1000 vezes o tal processo tão poluente que sustentar as guerras no oriente médio. Imagina o impacto ambiental, econômico e social de tudo isso.
        Os EUA tomaram uma das melhores decisões da história com isso e a presença de um preto de esquerda (negro para mim é como chamar branco de “alvo”) na presidência fez com que não pudessem criticar muito e impedir.
        O único problema são eles CONTINUAREM a se meter em guerras lá, dessa vez por motivos “humanitários”. Enfim, eu já sabia que ia ser a mesma mentira de sempre.

        • CorsarioViajante

          Uso muito os correios e é nítido como é terrível.
          O sistema é um horror, não funciona, não passa cartão (!!!), mas em compensação renovaram TODA a identidade visual… Imagina quantos milhões alguma agência não recebeu, dando o pedágio de volta? Quantas gráficas?
          Os preços sobem, a qualidade cai, e o Correio diz que tem prejuízo, e a solução vai ser criar um “chip pré-pago dos correios”, acredite se quiser. É muita idiotice.

  • Gerson Biava Borjas

    Pois é a Dilma disse que não ia ficar pedra sobre pedra , só vai faltar construir uma estatua pra ela e os reaca super honestos vão ter que ir la beijar a escultura .

    • Domingos

      Se já estão todos na delação premiada e já está tudo encaminhado para dar num novo mensalão, só que agora sem sequer nem condenar os culpados, como os reaça vão fazer isso?
      E como os reaça são reaça só por não gostar de corrupção? Deve ser que nem não gostar de funk ostentação, virou preconceito contra pobre. Acertei?

  • Pois é Arnaldo! E dizer que Paul Getti, lá no passado já disse: O melhor negócio do mundo é uma companhia de petróleo bem adminstrada… O segundo melhor negócio é uma companhia mal administrada! ” Os incompetentes ( ou seriam espertos! ) que gerenciam a PeTrobras conseguiram quebrar a profecia…E a patuléia tupiniquin, ignara tal qual quando aportaram por aqui os “espertos” lusos, continuam literalmente de “tanga” ou até sem isto, esbaldando-se no supérfluo e nas miçangas consumindo as “migalhas” agora distribuidas pelo “Messias” e seus “postes” bolivarianos que cheiram tão bem quanto o esterco sobre o qual o galo canta…
    Mas, o mercado fará a vingança, já que a choldra analfabeta funcional acha que ” tendo pirão sem esforço na minha cumbuca” podem roubar a vontade…Dane-se o futuro do curumin que nasceu o vai nascer…

  • ccn1410

    Quando alguém diz que nenhum político brasileiro é do bem, pode ser processado por calúnia. Mas quando se diz que a maioria desses políticos não são do bem, não acontece nada de errado com a pessoa, porque entende-se que nem todos os políticos são maus.
    Eu não acuso nenhum deles, por não poder provar suas falcatruas,
    mas cadê o leão do IR que tudo pega?
    Então se o leão tudo pega, mas nunca pega nenhum político, quer dizer então que todos eles são do bem.
    Alguém pode provar o contrário?

    • Domingos

      Matou a pau. Temos uma das estruturas de impostos e de auditoria mais eficientes do mundo, é óbvio que o que escapa é porque é conveniência.
      É assim na maior parte do mundo. Não pegam porque não querem. E aqui, com essa roubalheira e essa eficiência, tem menos desculpa ainda.

  • Carlos A.

    Texto perfeito, deveria ser lido em horário nobre da TV!!!

  • R.

    O Carlão deveria dar uma “tremenda bicuda” no traseiro do Galo ” Velho Barbudo” , no traseiro do Galo Zé Dirceu e no traseiro da Galinha Dilma …
    Ou melhor acabar com todos os galináceos da espécie PeTralha antes que eles acabem com o Brasil.
    Se precisarem de ajuda , me chamem …
    He he he

  • R.

    Grafite by Os Gemeos

    • Lucas

      Desde Cristóvão Colombo é assim.

  • Rogério Ferreira

    Eu sinceramente, já me indignei, já protestei, já argumentei, já briguei, já remexi… Não adianta. Desisti! Não tem jeito, acabou, boa sorte (parafraseando Vanessa Damata). Meu grito é quase solitário e louco, um rebelde sem causa! A questão é que 55 milhões de eleitores, estão SE LIXANDO para o que acontecendo na Petrobrás. Preferem assistir novela à ver o Jornal. Mudam de canal sempre que aparecem uma notícia a respeito. Para essas pessoas tudo o que acontece é absolutamente normal e muitos ainda me falam que se tivesse no lugar deles, fariam pior. Ficam é indignados, com qualquer tentativa de reação. Segundo eles, quem protestam são os coxinhas invejosos, que não querem deixar o governo trabalhar! (Eu já ouvi isso, é sério!). Essas pessoas continuaram elegendo os galos e galinhas que cantam em cima do monte de merda. O esquema mais sujo de corrupção que for descoberto, não terá o poder de arrancar um voto da “bezerrada” fiel. A última esperança, viria de um poder, que pela Constituição seria independente,… SO QUE NÃO!!! Em terra que Juíz é mais que Deus, não haverá nenhum ministro do STF que não seja indicado pelo Planalto, situação, que segundo eles mesmos, foi promovida democraticamente, pois o povo, não permitiu a alternância de poder nesses últimos 12 anos…Agora, prezados, acham mesmo que a Corte Maior do Judiciário há de se voltar, contra que os promoveu? Ah! tem o congresso (assim mesmo com letras minúsculas). já ia me esquecendo… O congresso? é para rir? Até a oposição, se calará, conforme a proposta, e boas negociatas é o que não vão faltar… Tem também a chantagem: “-Se Vossa Excelência não me delatar, também não lhe denunciarei”… Então Autoentusiastas, não adianta protestar, gritar, fazer barulho… Tá insatisfeito? procure a melhor saída, que é portão de embarque do aeroporto internacional, ou aguente tudo, calado, pois se protestar, será humilhado, rechaçado, denegrido! se cale, trabalhe muito, pague cada vez mais impostos para sustentar o “sistema”. Como não posso mudar, eu já me calei! Vamos viver nessa Venezuela, versão 2.0

    • CorsarioViajante

      “e muitos ainda me falam que se tivesse no lugar deles, fariam pior”
      Tbm escuto isso o tempo todo e é o que me deixa mais chocado. Sua análise está ótima.
      Sò lembro, para nos confortar, que estes que vc descreveu são uns 53%… Temos aí os 47% que não estão nada felizes. A eleição foi apertada no Brasil inteiro e o que falta mesmo, hoje, é uma figura forte de oposição, coisa que nem o Aécio nem a Marina mostraram que vão conseguir ser.

      • CCN-1410

        A oposição tem tudo para ganhar o próximo pleito, mas acredito que sem o Aécio.

      • Lucas dos Santos

        Também já escutei muito isso.

        E tem uma variante também, normalmente utilizada por quem recebe benefícios indevidos de órgão públicos – como, por exemplo, fingir um problema de saúde para receber do INSS: “Se os políticos nos roubam o tempo todo, agora chegou a minha vez de roubar deles“!

        Aí, além de falta de caráter, a pessoa demonstra ignorância, pois, nesse tipo de fraude ela não está “roubando os políticos”, mas sim o próprio povo. Mas vá enfiar isso na cabeça dessa gente…

      • CCN-1410

        Eu penso que a oposição tem tudo para ganhar a próxima eleição presidencial, desde que arrume um novo nome para candidato.

    • Mr. Car

      Ainda nos resta a possibilidade (remotíssima, mas existe) de ganhar na Mega-Sena, e dizer bye-bye Brasil. Ou será que não? Seriam os resultados da Mega-Sena, manipulados? Eu não ponho minha mão no fogo pela lisura do sorteio. Caso não dê para escapar do Brasil agora, em havendo reencarnação, vou tentar negociar no além, que minha nova vida seja na Dinamarca, na Noruega, ou na Finlândia. Canadá, no MÍNIMO. Brasil duas vezes é castigo demais.

      • CCN-1410

        O meu novo endereço seria a Suíça, onde me deleitaria diariamente em ver belos relógios expostos nas vitrines.
        Quem sabe também compraria uma casinha na Inglaterra, que ainda parece ser um bom lugar para se viver.

        • Diogo Rengel Santos

          Tenho um bom argumento para a Suíça…. PARAISO FISCAL

  • Mingo

    Já que falaram de galos…
    Puseram as raposas para tomar conta do galinheiro. Só podia dar nisso mesmo.
    Aliás, alguém por aqui conhece alguma pessoa que comprou ações da PeTrobrás? Como está esse negócio atualmente??

    • Mingo, eu conhecia um leitor que tinha ações da Petrobrás, mas parece que cortaram a internet dele por falta de pagamento.

      • $2354837

        Provavelmente está esperando seus apartamentos comprados na planta valorizar para vender e pagar a conta.

      • Domingos

        O problema do povo das estatais é que não se contentam em ter uma empresa nacionalizada e para o país. Tem que colocar aparelhamento, sindicado, duto de corrupção e aparelhamento.
        O resultado é sempre esse no longo prazo: caiu um pouco a economia e os podres aparecem como num lago sujo que está baixando o nível.
        Sempre é assim, seja qual partido for. Apesar que o aparelhamento sempre aumenta com os de esquerda, é uma verdade universal.
        As ações ainda bem que tinha poucas. Anos para recuperar o valor e o povo da militância vai tratar nós, os pequenos acionistas, como se fossemos merecedores disso e como se fossemos iguais aos grandes.
        Ou seja, quando o interesse real do partidão vem à tona, o povo mesmo que se lasque. Tem um monte de gente da tal classe c com ação da Petrobrás que tomou naquele lugar e vai ser chamado de burguês se falar algo.

  • Eduardo Zanetti

    Salve, Nardo! Sempre sensato e atento. Saudações!

  • Jorge

    Prezados,

    De onde vocês tiraram a informação de que o pré-sal só é viável com o barril a US$ 150? Estudos mostram que o pré-sal é lucrativo com o petróleo a partir de US$ 60.
    O custo médio atual de extração da Petrobras é de US$ 14 o barril. Com o barril custando US$ 60, o lucro ainda é enorme.
    Quanto à história da auto-suficiência, é verdade sim, fomos auto-suficientes em 2006, porém o consumo interno aumentou muito desde então e o Brasil ainda precisa importar muito petróleo, porque as refinarias que foram construídas aqui, décadas atrás, refinam apenas óleo leve (as novas refinarias servem justamente para corrigir esse problema), e o óleo extraído aqui é pesado, portanto exportamos este e importamos o leve.

    Quanto ao repúdio à corrupção, aos políticos bandidos, eu concordo.

    • Daniel S. de Araujo

      Será que o Pre-Sal é viável a US$60,00/barril? Tenho duvidas….

      Também tenho duvidas que o Custo anual do Barril brasileiro seja de US$14,00. So se for o custo direto porque se pusermos a corrupção e os superfaturamentos envolvidos, o petroleo brasileiro deve estar custando mais de US$100,00 o barril….

    • Thales Sobral

      O custo de extração para o pré-sal não é tão baixo não…
      Nossa auto-suficiência volumétrica existiu (como você bem apontou), e já a perdemos.

    • Rogério Ferreira

      As novas refinarias como Abreu e Lima…. Que só de prejuízo para nosso bolso, de trabalhador pagador de imposto, mina qualquer benefício do pré-sal, se é que existe algum benefício… E de onde você tirou essa informação de que o Barril custando 60 dólares, o lucro do pré-sal ainda será enorme? Trabalha na Petrobrás?

  • ccn1410

    Você acredita que uma pessoa mais ou menos honesta é do bem?
    E o que dizer daqueles que não pertencem ao PT mas que também estão envolvidos?
    Não seria a hora de acabar com todos os partidos e começar tudo de novo?

    • Mr. Car

      O que acredito é que as totalmente desonestas prejudicam full time, e nunca estão sendo do bem, he, he!

    • CorsarioViajante

      Nâo vamos jogar o bebê fora com a água do banho. Naõ precisa acabar com tudo e recomeçar tudo de novo, este é um dos maiores males do Brasil, ao invés de consertar e manter, prefere jogar fora e começar de novo.

      • CCN-1410

        Desta vez vou discordar de você, hehehe…

  • Luiz Leitão

    Meu único reparo é quanto à extração de óleo das areias betuminosas em Fort McMurray, Alberta, no Canadá, que não é exatamente um sucesso, pois gera uma poluição astronômica. Tampouco é novidade, tendo-se iniciado em 1967. Vejam: http://detudoblogue.blogspot.com.br/2008/09/o-sub-prime-do-petrleo.html

  • Curió

    A situação da Petrobras é feia, concordo. Há, no entanto, seis pontos em que preciso discordar, e peço adiantadamente desculpas se qualquer um deles tiver sido causado por mera má interpretação de minha parte:

    O primeiro é que muitos dos que estão agora presos foram nomeados no governo do então presidente Fernando Henrique Cardoso. Certamente, não começaram a roubar depois da posse do Lula. Certamente também que, se levamos em consideração o roubo apontado pelos delatores para o PT, devemos também levar em consideração o que dizem dos roubos para o PSDB – como o que disse o Yousseff.

    O segundo, a respeito do valor da Petrobras. O valor de mercado dela não tem relação com a prática, ou seja, não reflete a situação da empresa, e nada tem de relevante. Explico: se olharmos bem o gráfico do valor das ações, podemos confirmar que este variou mais conforme a situação das denúncias do que qualquer outra coisa. Ou seja, ele não variava conforme a situação da empresa, mas sim conforme descobertas a respeito de crimes acontecidos dentro dela no passado e do que se falava deles – de um dia para o outro não se mudava um parafuso de lugar na empresa, mas o valor variava. Ou seja, o mercado financeiro é especulativo, quase chega a ser desvinculado da realidade. O valor da Petrobras medido por suas ações é só questão especulativa, questão de oferta e procura das ações, não tem a ver com a produção, e só seria relevante para nós se o Brasil resolvesse vendê-la. Não vamos, portanto, pagar as oscilações de valor da empresa na bolsa.

    O terceiro é que estou feliz com o curso das investigações. Novamente, explico: como os crimes já aconteceram, descobri-los é, para nós, só vantagem. O problema são os crimes, não a descoberta deles. Tanta gente sendo denunciada, investigada, julgada e presa, para mim, é novidade. Nunca vi antes, nem ouvi falar, na história desse país (excetuando a Operação Satiagraha, que foi nada menos que a mais importante já realizada aqui – pena que tanto FHC como Lula, o setor privado, o judiciário e os bandidos juntaram-se para acabar com ela). Espero que todos esses criminosos paguem pelo que fizeram na cadeia, que a punição seja exemplar. Não tenho muita fé que isso aconteça, mas é o que eu mais desejo.

    O quarto é que o setor privado também tem a ver com isso e não podemos deixá-los de lado quando se trata das acusações. Vários executivos, como Jorge Gerdau, do Grupo Gerdau, Fábio Barbosa, presidente da Abril, Cláudio Haddad e o Citibank, do qual Daniel Dantas é acusado de ser testa de ferro, além de ser acusado de promover trabalho escravo, corrupção ativa, espionagem para os EUA, lavagem de dinheiro, assassinato, formação de quadrilha e etc., para citar o mais leve. Gilmar Mendes é, segundo evidências, seu capacho em Brasília. Se denunciamos em nossos protestos os acusados do setor público, também façamos o mesmo com os do setor privado, pois a corrupção envolve os dois. E é realmente muito difícil de acreditar que esses executivos são todos bobinhos inocentes bem intencionados… A corrupção rouba do Estado para beneficiar entidades privadas quase sempre, e parece que nos esquecemos disso.

    O quinto é que essa história toda é muito estranha. Como pode um juiz divulgar delações premiadas de uma operação sigilosa para a imprensa? Não só é total irresponsabilidade, como é ilegal. Será que o juiz não teve incentivos para isso? Além disso, é curioso que as denúncias vazadas não dizem quase nada. Não apontam nomes. discorrem sobre práticas que não são verossímeis na corrupção das empresas – o que não quer dizer que não havia corrupção, e sim o contrário, é indício de que há corrupção no próprio processo, o que me faz temer por seu final. Mais estranho ainda é que isso aconteça logo após o escândalo da espionagem estadunidense na Petrobras. O que os americanos estavam fazendo na nossa empresa de petróleo? Isso é não só violação da nossa lei e soberania nacional, como demonstra que tinham interesses lá. Ao que tudo indica, em causar problemas depois de nossas negociações com a China – em substituição ao recorrente e usual acordo que fazemos com eles. Isso explicaria a seletividade da imprensa ligada a Wall Street e ao mercado financeiro durante o processo. Como eu disse lá atrás, só se denuncia quem é das estatais e quem é do PT. George Soros, apelidado de O Destruidor de Países, financiando Aécio Neves nessas eleições, me faz pensar ainda que Wall Street não andava feliz com nossas relações econômicas internacionais. É porque funciona dessa maneira, o setor privado financia campanhas, oficialmente ou não, em troca de favores durante os mandatos políticos. Não há deputados que não sejam despachantes de empresas na câmara. É isso que a Odebrecht faz com o PT, é isso que um candidato de minha terra fez com uma empresa da indústria farmacêutica, e por aí vai. A política tem cada vez mais sido assim. Isso tudo me faz pensar que o buraco seja mais embaixo, que aproveitou-se da corrupção endêmica das instituições que existe em todo país do mundo e, obviamente, nas nossas, para outros interesses. Caso contrário, não haveria tanta seletividade nas denuncias, tanto temporalmente quanto em relação a quem aparece nas notícias. Creio que além de o Brasil aproveitar a excelente oportunidade para limpar a estatal, dar punição exemplar aos criminosos e desvendar roubalheiras que castigam o povo, deve abrir os olhos para o que outros países andam querendo de nós. Já não somos mais colônia há 192 anos, e é bom que se lembre disso. Devemos servir aos interesses brasileiros, e não aos interesses de outros países no Brasil. Lembremo-nos que, quebrando a Petrobras, nosso petróleo fica na mão de multinacionais gigantescas estrangeiras, e não mais teremos seu lucro – retirado, claro, o roubo – revertido no interesse nacional e no nosso desenvolvimento, mas o contrário, pois a eles interessa que tenhamos mão-de-obra barata e leis ambientais fracas para que o lucro seja máximo, e isso não vai bem para a população. E o lucro, não veremos nem cor. Será, claro, enviado a outros países, para beneficiar empresários estrangeiros e investir n’outros lugares. Apesar da raiva, é preciso lembrar que nem tudo que é produzido é roubado, e que a Petrobras nos trouxe muitos frutos ao longo de sua história – e ainda pode trazer se nos livrarmos das mazelas que a assolam. O petróleo é do povo brasileiro.

    Só espero que dessa operação todos os responsáveis sejam punidos. Os do PT, os do PSDB, os do setor estatal, os do setor privado e os dos demais partidos. E, que, além disso, o país abra o olho para que interesses externos não prejudiquem seu futuro. Uma pena nossas punições serem brandas como são.

    • V_T_G

      Que seu texto ecoe pelas mentes dos colegas comentaristas daqui e traga um pouco de bom senso a suas mentes. Esses partidos/governos são todos iguais!

    • Daniel S. de Araujo

      Curió, desculpa mas você está errado em relação a questão da especulação com os valores da Petrobrás e apresento FATOS:

      1-) O mercado precifica as ações de acordo com uma visão grafista e fundamentalista (de fundamentos econômicos). Há muito que a Petrobrás deixou de ter bons fundamentos econômicos (vendendo combustivel por preço abaixo do custo, apostando na megalomania de um pré-sal extremamente vulnerável, cujas reservas confirmadas – como todos sabem no mundo do petróleo – são especulações?)

      2-) Soma-se aos fatores 1, a questão das denuncias e da corrupção. Oras, a corrupção na Petrobrás nao é aquela do funcionário que superfatura o cafezinho. É aquela que multiplica valores de obras carissimas por 6 (como está sendo Abreu e Lima). É aquela que chega a comprometer a contabilização de ativos. Quem garante que os ativos da Petrobrás valem o que diz os balanços? Os auditores independentes não querem por a cabeça a prêmio.

      3-) Soma-se aos fatores 1 e 2, a não divulgação do balanço significa que a própria Petrobrás e as auditorias independentes estão (sabiamente) com medo de declarar algo no balanço como verdadeiro. Eu, se fosse contador, não arriscaria colocar meu nome num balanço de uma empresa cujos valores de corrupção superam a casa do Bilhão.

      4-) O mercado é pragmatico. Tem o especulativo sim mas ele em si é em sua grande maioria é pragmático. Pense você, você colocaria suas economias em uma empresa controlada por uma “gestora” que diz não saber de Bilhões de desvio? Você colocaria seu dinheiro de uma vida numa empresa cujos diretores são acusados de corrupção. Que a “presidenta” da republica reluta em instaurar mudanças imediatas clamadas por todos? Se você ainda assim colocaria, muita gente não se arriscaria. E eu me incluo nesse time.

    • André Castan

      É por isso que esse “país” não vai mesmo. Está na cara o que ESTÁ (verbo no presente) acontecendo com o “país” e tem gente com a cabeça há 20 anos atrás. Vamos começar a limpeza por quem ESTÁ roubando? Que tal Dilma, Lula e a corja doPT?

    • Yeti

      Bom comentar novamente, deixar mais claro, pois tem gente que esquece – ou nem sabe – do controle de mídia (principalmente por via de acordos comerciais e não por medida legal) de outros governos:

      Leiam:

      Francis e o Petrolinho

      http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/11/141128_lucas_francis_petrobras

      Assistam:
      Gagged in Brazil (Censura à Imprensa)

      Por vezes não é questão que quem “rouba mais ou quem rouba menos” (lembrou o “Rouba mas faz!”), as vezes é questão de “o quanto o povo sabe e o quanto o povo não sabe”.
      Neste governo, ao menos a polícia e a justiça estão trabalhando, aos trancos e barrancos, assim como a “boa mídia”, algo sempre no limiar da utopia. Se a justiça não é feita como se deve, com os acusados presos ao invés de conseguirem escapar pelas brechas entre os dedos das mãos quais dificultosamente os agarraram em uma primeira vez, pois existe toda uma verborragia legal a disfarçar um esquema de impunidade (pode existir real justiça em julgamento entre “familiares”?), ao menos é assanhado o fundo deste mar de lama, fazendo a água mudar de cor e sabor.

      Paga daqui, recebe de lá…
      Deixa quieto!

      http://geradormemes.com/media/created/ibnysx.jpg

      Para esta gente do governo e grandes “apoiadores” (empresários), sempre foi um “Bom Negócio”, a “galinha dos ovos de ouro”.
      O “povão”? Estes são os “patinhos” da história…

  • Curió, não há porque se desculpar. Só que nunca falei que essa lambança começou há pouco tempo. Seria muita ingenuidade de minha parte.

    • Domingos

      Além de não perceber que você tocou no assunto de não ser novidade (todos sabemos que não é), ele já veio com uma verborragia desculpista típica da esquerda.
      Em primeiro lugar, e bom lembrar que se a Petrobrás e as estatais fossem tão importantes assim para esse governo e essas pessoas que defendem estatal como se fosse questão de vida ou morte, no lugar de serem o setor de aparelhamento e de cabidão de emprego que são na verdade, não a sugariam até que ela feche.
      E o Curió pegou bem a mensagem. A empresa corre o risco de fechar sim, ou ser vendida a preço de banana para o “grande capital, os países imperialistas, os grandes investidores e todo o mal do mundo”. E justamente pelas pessoas que mais falavam que opunham essas coisas, como era de se esperar.
      Agora ver com esse papo de espionagem e c*ralho a 4, me desculpe a palavra, é muito escapismo. Essa de corrupção no setor privado é muito manjada já. Se fosse tão de esquerda o governo, não aceitaria propina de empresas privadas. Ponto.
      Mas a esquerda é SEMPRE só uma forma de tomar o poder. O meio dela quando governa é SEMPRE pior ou igual que os problemas normais. Vide Obama que age como George Bush até nas guerras, mas se quiser se reelege para sempre e sequer sofre um vigésimo das críticas e pressões que o governo Bush sofria.
      Agora queria que ele explicasse como a corrupção de uma ESTATAL para favorecer um PARTIDO tem a ver com setor privado.
      E a SEC, já que a Petrobrás vende nos EUA (estadounidense é muita pau molice, me perdoe) suas ações por livre e espontânea vontade, com certeza espionava e investigava dentro de seu território como todo mundo faz – e até existe a possibilidade que isso seja completamente legal, como algo em segredo de justiça.
      Aliás, porque a SEC só se manifestou depois das eleições? Então segura a onda aí. Assim como já é manjado que corrupção nessa terra tem desde o começo, também já é manjada essa desculpa que só a esquerda é uma espécie de vítima.
      Ela é pega porque exagera. Lembra dos casos dos dossies encomendados pelo PT anos atrás? Se eles pudessem revidar as denuncias, o fariam. O STF está novamente todo aparelhado por eles.
      O problema é que eles roubam TANTO que sequer podem fazer troca de acusações contra os outros partidos.

  • Luiz, um sucesso do ponto de vista econômico. Desde 1880 o utilizam. Não é novidade, portanto. Mas o crescimento do seu uso, sim.

  • Genial!

  • Roberto Mazza

    Infelizmente amigos, a Petrobras tem problemas que vão além da corrupção. A Terceirização gigantesca e cheia de irregulares é outro assunto bizarro. Alguns terceirizados até ganham bem, são escolhidos e mantidos por méritos, ok. Mas há dois problemas graves, a quantidade de pessoas com salários congelados abaixo do porte da empresa, e o descaso e desrespeito com a legislação e regras de concurso público. Eu mesmo passei pela situação de terceirizado, e tenho ação contra a empresa por não terem admitido uma imensa quantidade de aprovados das provas de 2012, e seguem sem a menor cerimônia contratando terceiros. Enfim. Uma lástima atrás da outra.

    • Domingos

      Um amigo passa pela mesma situação com terceirizados passando na frente em concursos federais e também com listas de espera que não deveriam existir. Até porque o governo criou o sonho do concurso público e abre mais vagas de inscrição do que pode contratar na realidade.
      É o mesmo governo que vem chamar criminoso e “movimento social” pago e impregnado de gente do partido para fazer protesto violento contra terceirização. Dentro das faculdades públicas, centro de formação dos energúmenos que dão base ideológica a isso, se defende até que a tia do café não pode ser terceirizada e que é uma forma de violência isso (mesmo que no caso dela não mude nada ou até melhore…).
      Mas quando a coisa aperta, contratam terceirizado, privatizam estrada e aumentam preço de passagem para reprimir a demanda (como foi na Copa).
      Eu já sentia desde criança que essa história era coisa de vagabundo. Hoje tenho certeza. O que os partidos normais causam de problema, os partidos ideológicos só fazem é piorar tudo – no máximo com alguns anos de “milagre”, onde estragam todo o resto para garantirem a reeleição.

  • AK! Adorei. Como eu gostaria de ver mais textos seus assim! Abraço!

  • Rodrigo R.

    Excelente texto, Arnaldo!

  • Alexandre Thx

    Excelente reflexão!
    Assim como qualquer viciado, o pais vive uma epidemia em viciados em roubar…Ninguem sabe como nos livrar do câncer desse vicio.

  • RoadV8Runner

    Texto excelente, pois traz uma bem humorada reflexão sob as mazelas a que somos submetidos por (des)governos corruptos em série. Corrupção sempre existiu por estas bandas, mas o que vemos atualmente, beira o surreal. O pessoal simplesmente perdeu o escrúpulo de disfarçar a roubalheira, o fazem em plena luz do dia

  • Eduardo Sérgio

    Com relação ao álcool, será sempre adotado o velho expediente de aumentar cada vez mais o seu percentual na gasolina, de tal forma que o consumidor seja sempre obrigado, de uma forma ou de outra, a comprar a produção excedente das usinas de cana-de-açúcar.

  • m.n.a.

    Bom, radical é…..mas desestabilizaria a ladroagem já incorporada…dos que ficarem…..rolar as cabeças dos cabeças…..(desculpem a sinceridade de opinião, nada de apologia à violência)….

  • Douglas

    Isso é o que ocorre em país que não é acostumado com democracia.

    O Petrolão vem desde o governo FHC e só agora que estão investigando.

    Ao ver a quantidade de partidos envolvidos nesse esquema, a pessoa chega a desacreditar da política. Na hora do roubo, tudo vira amigo e até os partidos de oposição entram no esquema.

    • RR

      Será?
      Você precisa se informar melhor das coisas…..

  • Domingos

    Bill Clinton, da esquerda deles, já falava: é a economia, estúpido. Se o financiamento estiver sendo aprovado, vota em quem estiver independente de tudo.
    E a maioria quer mesmo isso aí. Se estivesse lá, faria pior.
    Mas com a economia fatalmente dando errado, se não houvesse tanta militância que aliena um monte de classe média burro metido a artista e intelectual, e se houvesse um pouco menos de bolsas (nos últimos anos o número de benefícios aumentou muito e são, por exemplo, bolsa-droga), já teria ganho a eleição a oposição.
    Não que ia mudar grandes coisas, mas com certeza seria um governo bem mais sano.

    • CorsarioViajante

      Pois é, eu acho que tem algumas coisas que mudariam rapidamente, por exemplo, política externa. No governo Lula pelo menos era bastante ativa, mas o governo Dilma é isolacionista de uma forma que nem a URSS conseguiu. Lembrando que isso influencia diretamente os acordos econômicos etc. Não é à toa tanto foco no mercado interno.

      • Domingos

        Mas não é à toa que ela se isolou. O Lula fez política externa para fazer… política. Isso resultou no Mercosul em que só nos ferram e em alianças com países que só trazem má imagem para nós, com poucos retornos econômicos (que foram alardeados como grandes conquistas pela propaganda do PT).
        Fora a abertura para a China, ainda no começo do governo Lula, para agradar a militância burra que gosta de comunista. Quase acabaram com a indústria de sapatos nossa, por exemplo.
        Mas algumas coisas melhorariam sim. Todos esses partidos, mesmo os que correm por fora (como o PV da Marina), são ladrões. Mas as coisas seriam BEM mais sanas com a oposição. Ao menos os roubos ainda estariam no nível em que conseguem serem escondidos.

  • Domingos

    Mas vai vingar. Agora que o valor despencou e que ela corre o risco de se tornar insolvente e de ter que ser vendida, até para esconder os podres de décadas e décadas, vão colocar o nome que quiser.
    PETROBRAX até que estava bom, pelo menos ainda tinha o nome do país. Agora pode virar uma sigla qualquer se tiver que ser vendida – e o risco é grande.
    Apesar dos exageros de alguns aqui, desculpa, mas tem um lado que é sempre marcante em estar mais errado. Bem mais errado.

  • Gerson Continental

    E as comportas das represas de São Paulo, diuturnamente abertas para que possamos utilizar as termelétricas?
    De onde vem o GNV que as alimenta?
    Colômbia, Venezuela e Bolívia!
    Manobra de amigos e aliados dos Partidos Comunistas?
    Cuba recebeu milhões em investimentos. Vai pagar como mesmo, hein?

    Ainda tenho que escutar que fulano disse: “ainda bem que minha tia trabalha lá na Petrobrás e me conseguiu meu emprego em uma terceirizada que presta serviços a uma contratada que é da cooperativa de funcionários da BR Distribuidora que daqui a pouco estão me efetivando na Reduc… por isso vou lá na convenção do PT…”

    Ai…

  • CorsarioViajante

    Isso é típico. Quem rouba TV a cabo também adora falar que faz isso “porque é caro”. Cara, se você rouba pão porque é caro até dá para levar a sério, mas… roubar TV a cabo? Se não assistir Telecine vai morrer?

    • Domingos

      Pior que tem umas camadas da população, às vezes nem tão pobres, que acha CHIQUE e esperto mesmo fazer isso. A militância PT/zé maconha de faculdade pública acha revolucionário, acha lindo.
      Enfim, cada um com a sua sina…

      • Lucas dos Santos

        Pior que tem umas camadas da população, às vezes nem tão pobres, que acha CHIQUE e esperto mesmo fazer isso.

        Aí é aquela história: “Por que pagar se eu posso obter de graça?“.

        A militância PT/zé maconha de faculdade pública acha revolucionário, acha lindo.

        Já nesse caso, é o tal do “Compartilhar é legal“!

  • Domingos

    Concordo. Por isso que não ficam trocando acusações, a coisa é “menos feia” do jeito que está. Triste.

  • Domingos

    Pois é, agora já tem banco dos correios. Se existia tanto prejuízo, porque colocar mais um serviço sem sentido que não ajuda em nada – a não ser como cabidão.
    Melhorassem os serviços e não ficassem inventando novas formas de roubar e aparelhar, que os prejuízos diminuíam e o povo iria usar mais os serviços.
    E sim, as agências estão todas de primeiro mundo. Cadeirinha bonitinha, fila com senha digital etc. Mas em período de pouco movimento leva quase 1 hora para deixar uma encomenda.

  • André K

    47% do eleitores que foram votar. Se você considerar a abstenção, esse percentual pode ser bem maior ou bem menor.

  • Domingos

    Pior ainda, nem tem como ter uma boa troca de informações lá. Falar por comentários em fotos é ruim pra caramba.

  • francisco greche junior

    Sabe, lendo o que você responde a ele e nos informa me faz ter um simples e pequeno pensamento, dúvida. Tudo o que você explicou faz sentido, mas por qual motivo que a Petrobras teve que ter suas ações disponíveis ao mercado. Por que não ficou sendo somente como estatal de capital fechado (é esse o nome certo?) ?

  • Bob Sharp

    Jean
    Parodiando Ferry Porsche, que disse que o último carro do mundo será um carro esporte, o último site do mundo a virar fan-page no Facebook será o Ae. Tenha certeza disso.

  • Lucas dos Santos

    “Fora-de-tópico”: olha só a maneira que uma empresa da minha cidade encontrou para fazer publicidade:

    http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/21202

    http://www.pontagrossa.pr.gov.br/files/fotos/1812_placa_de_publicidade_devvem_ser_retiradas.jpg

    • Lucas

      Isso não deveria ser aceito, mas o pior é se imaginar que seria preciso uma lei proibindo isso. Cadê o bom senso?? Pelo menos essa aí já esta junto de uma placa de Pare…

      Outra coisa que não gosto e que deveria ser proibido são aqueles telões de LED de propaganda. A variação de luminosidade costuma ser tanta, quando entra algum fundo branco qualquer, que chega a ser quase como um farol alto na cara….

      • Lucas dos Santos

        Pois é, xará. E consta que chegaram a colocar essa placa em cruzamentos onde não há parada obrigatória, o que é ainda pior. Ao menos o órgão de trânsito da cidade entrou em ação e notificou a empresa.
        Esses painéis de LED têm uma luminosidade muito forte mesmo. À noite eles chegam a clarear a via!

  • alvarenga/rn

    Seu texto tenta explicar o inexplicável, e relativizar a situação, no minimo me faz pensar que VC seja um MAV. Infiltrado, é a única explicação. É tao padrão que VC começa se desculpando para despistar, e depois escreve uma carta enorme, tentando defender (de forma sorrateira) este desgoverno e jogar a culpa de que tudo começou em outro governo, se foi assim, novamente incompetentes a oposição ao PSDB naquela época que não investigou, e que esta roubando o Brasil a 12 anos, 4 a mais que seus cumpadres sociais democratas. Defender qualquer conduta imoral, é uma imoralidade em si só e mostra o grau de confusão mental de nossa atual sociedade.

  • Jorge
  • awatenor

    Que o álcool vá para o espaço!
    Bob Sharp para presidente!

  • Curió

    Daniel, você não está sem razão. É verdade que o mercado age pela produção, pelos lucros, pelos investimentos e demais práticas da empresa, e você com certeza sabe disso melhor do que eu, pelo seu comentário. O meu ponto é que não é só isso, faz referência aos pontos 2, 3 e 4 do seu comentário. Nada do que você disse é mentira, a maioria das pessoas sente mesmo receio de botar seu dinheiro num lugar assim. Só que a variação de valor das ações, quando comparada com as notícias, mostra que o mercado, tendo acesso aos dados da empresa, reagiu muito mais à “opinião popular” do que aos fatos. Quando se investiga dessa maneira corrupções e ilegalidades do passado, a perspectiva da empresa é melhorar, e não piorar, porque os ladrões estão saindo de lá e o esquema está sendo desmontado. Mas sabendo da volatilidade do mercado conforme as especulações e conforme as crenças políticas (vou chamar de crenças mesmo, porque assemelha-se à fé o fervor com que acham que a bondade está no neoliberalismo) da maioria do pessoal do mercado, eu teria agido conforme isso para ganhar dinheiro, se o tivesse. Teria comprado ações pouco depois de explodir o escândalo, quando caíram muito, para vendê-las antes do final das eleições, quando a possibilidade de vitória de Aécio ou Marina fez com que as pessoas apostassem na estatal – achando que a gestão deles melhoraria tudo e, talvez, até permitisse mais capital privado lá dentro.

  • V_T_G

    Gostaria de ver aqui alguma opinião sobre a Operação Zelotes visto que envolve um montante ainda maior que o petrolão e algumas fabricantes.