Haddad 3  EDITORIAL: 70 km/h NAS MARGINAIS, A MAIS NOVA IDÉIA DO PREFEITO PETISTA DE SÃO PAULO Haddad 3

Olhe bem para essa cara: pode um sujeito desses conduzir os destinos de uma cidade como São Paulo? Definitivamente, não pode. Pode um sujeito que, quando Ministro da Educação, autorizou a distribuição de livro escolar no qual é dito ser linguagem do povo absurdos como “Nós pega o peixe”, levar os cidadãos paulistanos ao caos no trânsito só porque pensa que São Paulo é Amsterdã e quer, numa versão século-21 de Nero de curtir sua Roma incendiada, ver gente pedalando para cima e para baixo, e com isso ferrar o trânsito da capital e, na esteira, a vida dos paulistanos? Não pode.

Alguém tem que deter esse sujeito antes que seja tarde demais.

Antes que a próxima manifestação de inequívoco desmando desse cara seja posta em prática: limitar a velocidade dos automóveis na vias marginais a 70 km/h, conforme divulgado hoje (6/12) na grande imprensa, como o jornal Folha de S. Paulo.

Claro, em nome do “nobre motivo” de que aumentaram as mortes no trânsito, disse o petista — assim, na maior cara da pau, sem ao menos se dignar apresentar estudo relacionando essas mortes à velocidade praticada naqueles vias. Claro, nenhum estudo poderia apontar isso simplesmente porque não existe nenhuma base para tanto. Seria a mesma lógica de a aranha ouvir pelas patas, em que cortando-as o aracnídeo não atende mais aos estímulos auditivos.

Outro da turma petista que assola o país e São Paulo é o secretário Municipal de Transportes, Jilmar Tatto, que disse, segundo o jornal, sem detalhar,  “que outras vias também terão redução de limite de velocidade”, aludindo ao que o prefeito anterior, Gilberto Kassab (PSD), vinha fazendo, reduzir velocidade de algumas vias, numa clara atitude de querer se eximir da responsabilidade pela insanidade da medida que ele e o amiguinho Haddad querem tomar.

Todo mundo sentiu que depois que Kassab mexeu em alguns limites de velocidade em 2011 o trânsito piorou. Não é preciso estatística. Agora, com Haddad levado ao poder municipal por uma massa ignara que não tem noção de como usar corretamente o poder do voto, a coisa degringolou a olhos vistos.

E agora esse prefeito do “nós pega o peixe” quer mais. Quer ver a São Paulo que pensa ser sua pegando fogo. Como Nero.

 

Jilmar 2  EDITORIAL: 70 km/h NAS MARGINAIS, A MAIS NOVA IDÉIA DO PREFEITO PETISTA DE SÃO PAULO Jilmar 2

Jilmar Tatto, secretário Municipal de Transportes de São Paulo, da gangue petista

Essa dupla do barulho, Haddad e Tatto, acha que o paulistano é trouxa, só pode, que não sabe que o real motivo por trás de atos dessa natureza é faturar — alto — com multas.  Dupla que, mesmo sem se conhecerem — acho— é da mesma laia de outro espertalhão, o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, que teve aprovada pela conselho municipal de lá sua “ïdéia mirabolante” de limitar a velocidade na Grande Maçã a 40 km/h.

 

Bill_de_Blasio_11-2-2013  EDITORIAL: 70 km/h NAS MARGINAIS, A MAIS NOVA IDÉIA DO PREFEITO PETISTA DE SÃO PAULO Bill de Blasio 11 2 2013

Bill de Blasio, prefeito de Nova York, da mesma laia de Haddad e Tatto

Portanto, mãos à obra, Ministério Público Estadual, vocês têm um árduo trabalho pela frente, o de acabar com essa farra petista que está acabando com a nossa cidade.

Bob Sharp
Editor-chefeAUTOentusiastas

Sobre o Autor

AUTOentusiastas

Guiado por valores como paixão, qualidade, credibilidade, seriedade, diversidade e respeito aos leitores, o AUTOentusiastas desde 2008 tem a missão de evoluir e se consolidar como um dos melhores sites sobre carros do Brasil. Seja bem-vindo!

Publicações Relacionadas

  • Luis Nunez

    Na verdade ele está dando continuidade ao legado deixado pelo ex-prefeito Gilberto Kassab. Devem ter analisado o aumento da arrecadação com multas proveniente da redução de velocidade de 70 para 60 km nas principais avenidas da cidade, e de 80 para 70 na 23 de maio e pensaram: Agora vamos colocar em prática o pulo do gato, vamos reduzir onde ainda não mexemos, nas marginais.

  • francisco greche junior

    Poxa me sinto impotente até pra comentar isso. Sem esperança. Que fazer?

  • Tarcisio Cerqueira

    Bob Haddad e CIA são apenas sintomas de um problema maior… Não é questão de partido, posicionamento político… Aqui em Salvador o prefeito ACM Neto, do DEM, está fazendo a mesma coisa que este Sr. aí de Sampa faz com o trânsito… Radares por todos os lados, ciclovias em locais inadequados, sede arrecadatória, “desengenharia” de trânsito, enfim… Estas irracionalidades dos atuais prefeitos aqui no Brasil e no mundo, são fruto dessa nova onda imbecil e hipócrita “anti-carro” que aos poucos vem crescendo no mundo todo. Esse é o problema maior. Essa desinformação sobre o automóvel que vem sendo plantada na cabeça principalmente dos mais jovens… E sinceramente, não vejo um futuro bom não… Com a chegada dos carros autônomos é questão de poucas décadas até proibirem-nos de dirigir de uma vez em nome de uma pseudo “segurança”… Mobilidade urbana de verdade, liberdade de ir e vir? Isso a cada dia vai ser coisa mais do passado…

    • Italo Ferraro

      Concordo que essas leis são absurdas. Concordo que a CET faz uma engenharia reversa para piorar o trânsito. A impressão é que o governo só está preocupado com a arrecadação.

      Porém, do jeito que está, está muito ruim.

      Cada vez mais veículos nas ruas, trânsito infernal. Transporte público precário !

      Milhões de pessoas morrem em acidentes de trânsito.

      Eu só anda de carro para ir ao mercado fazer compras, ou para viajar.

      Não consigo entender alguém ficar 1 hora parado no trânsito, por exemplo, no Largo São Francisco, ou na Av. Paulista, lugares que tem metro.

      Eu moro a 12 km do trabalho. De carro 1:30 h em média, já demorei 1:50 h + R$ 20,00 de estacionamento. A pé + metrô 50 minutos + R$ 3,00.

  • olhandoalua

    Nova ideia genial! Faixa de pedestre em X nos cruzamentos!

    http://noticias.uol.com.br/album/album-do-dia/2014/12/06/imagens-do-dia—6-de-dezembro-de-2014.htm?abrefoto=28

    Poderia fazer um texto enorme descrevendo os perigos dessa ideia de jerico.

    • Fabio Vicente

      Beleza hein.
      Aumentaram a distância para o pedestre atravessar e pior, imagina um portador de defiência no meio da travessia e o semaforo abrindo para os carros! Sem condições…

    • Lucas dos Santos

      Não sei nem o que dizer, de tão estapafúrdia que é a idéia!

      Há alguma deliberação do Contran autorizando o uso dessa sinalização, ao menos em caráter experimental? Aposto que não, pois procurei no site do Denatran e não encontrei.

      Deprimente ver o pessoal fazendo o que bem entende em nossas ruas, como se não houvesse leis, regulamentações e afins a serem seguidas. Lamentável mesmo…

    • CorsarioViajante

      Neste caso não acho idéia de jerico. Quem já precisou atravessar a rua lá para o outro lado acaba, na prática, fazendo isso quando os faróis estão fechados. É muito mais rápido que dar a volta completa. Em alguns casos é sim muito bom. Só é desnecessário pintar de azul.

      • olhandoalua

        É a forma mais perigosa de se atravessar a rua. Atravessando na transversal, de esquina a esquina, você duplica a chance de ser atropelado por um furão de sinal. O pedestre vai ter que cuidar de duas vias, sendo que dependendo do trajeto ele vai ficar de costas para o transito.

        Não é uma situação natural para o motorista, quem está atrás do volante tende a prestar atenção apenas da faixa de pedestres normal. A receita para acidentes: Motoristas medrosos furando o sinal a noite,, pedestre atravessando de forma nada convencional sem ter visão do transito, rua mal iluminada ou carro equipado com sacos de lixo.

        Tem a perda de aderência numa área critica, principalmente em dias de chuva, Vai ter motorista realizando alguma manobra de emergência (desvio ou frenagem) e o carro não irá responder de forma adequada (porque algum espertalhão encheu o cruzamento de tinta).

        Se faixa de pedestre “cruzada” fosse algo bom, teríamos uma em cada esquina. Existe motivos para serem usadas apenas em casos muito específicos.

        • CorsarioViajante

          É mais ou menos como as ciclovias: são legais desde que feitas com critério. Por exemplo, eu atravessa muito a Av. Faria Lima vindo pela tabapuã. Tinha um momento em que todo o trânsito de carros era interrompido, e naturalmente muita gente já atravessava em X, pois se fosse atravessar em linhas retas não daria tempo no semáforo e teria que esperar novamente uma hora no sol, em pé, até porque o tempo para o pedestre é mínimo.
          Lógico que não faz sentido colocar um negócio desses num lugar sem farol de pedestres ou numa rua pequena. É coisa para áreas com grande trânsito de pedestres.

      • Paulo Roberto de Miguel

        O problema é que ambas as direções ficarão aguardando. No sistema tradicional o pedestre anda quando apenas um dos lados do tráfego aguarda. Se o trânsito já é complicado, vai complicar ainda mais. Deve ser essa a idéia.

  • Lorenzo Frigerio

    É óbvio que o aumento de acidentes com vítimas fatais não acontece ali, nas marginais, mas do outro lado da cidade, sabe-se lá onde, em que instalar radares não compensaria.
    O que é irritante é que, tal qual a Martaxa, mesmo sendo de esquerda ele segue a linha traçada por Maluf, que prevê encher a cidade de obras viárias altamente visuais conectando um congestionamento a outro, de olho nos votos da classe média. Nesse caso, ao mesmo tempo que enche tudo de ciclovias e faixas de ônibus que ficam vazias e travam o trânsito onde foram construídas.
    Aquela região da Marginal Pinheiros/Berrini/Morumbi e agora imediações da rua Laguna está virando um paliteiro de prédios aonde praticamente só se chega de carro. Mexer com as incorporadoras e construtoras, proibindo lançamentos em regiões saturadas onde não existe transporte público de massa eficiente, nem pensar, né sr. Malddad! Até novas pontes estão sendro construídas, e a av. Chucri Zaidan, prolongada, para “vascularizar” o tumor urbano! O faturamento, ou círculo vicioso, não pode parar nunca, pois isso mantém a concentração e a máquina do poder da Prefeitura.
    Já dizia Ruy Barbosa… “de tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver se agigantarem os poderes nas mãos dos maus…”.

  • Mineirim

    Estamos voltando aos tempos das diligências… De segunda a sexta, avenidas congestionadas. De noite e nos finais de semana, radares travam tudo. Lamentável!
    Não é por nada não, mas o computador de bordo do meu carro nunca passa de 25 km/h de média. E olha que eu pego um bom trecho da Marginal Pinheiros quase todo dia.
    Na prática, os limites vão caindo e institucionalizando os congestionamentos. hehe

  • Fabio Vicente

    Bob.
    Este mesmo senhor quando candidato não sabia diferenciar o Itaim Bibi do Itaim Paulista. Eu que nem moro aí na cidade sei que há uma certa diferença, e que cada um desses bairros possuem necessidades distintas.
    Eu trabalho na Grande São Paulo, e acredite, há algumas pessoas, de até certo nível intelectual, que aprovam a administração deste prefeito. Eu não consigo entender o porquê mas…
    Entrando neste mote, é claro e não é de hoje que poucos administradores no mundo têm lidado de forma eficaz em relação aos problemas do transito nos grandes centros urbanos. Veja o exemplo de Nova York, onde foi decretada uma lei para redução no limite de velocidade.
    Então, estabelecer uma associação de motoristas, como existe na Inglaterra e foi noticiado aqui em outra oportunidade talvez seja uma saída para uma sinergia entre o poder público e a população. Pois enquanto a decisão estiver somente nas mãos de uma meia dúzia de pessoas cuja capacidade é questionável, estaremos todos sujeitos a estes impropérios.

  • AlexandreZamariolli

    Quando morei em São Paulo (1997-1999), 70 km/h era o limite de velocidade na Avenida Paulista!

    • francisco greche junior

      Estes dias, uma quinta feira a tarde, tipo 18 horas e o comboio estava andando tranquilamente entre 70 a 80km/h. Não sei que milagre ocorreu, mas foi lindo, mostrou que é possível sim ter limites mais altos que dão maior vazão a via. Isto foi no fim do sentido Consolação.

  • bucho

    Bob, saiu outro dia nos jornais locais, que devido às novas tecnologias móveis, as multas por falar no celular cairam 70%, e era a segunda ou terceira maior arrecadação com multas. Eles precisam tirar de algum lugar agora né.

    E eles são espertos, baixam o nível de inteligência da sociedade pra todo mundo com o tempo ficar obtuso igual à eles. E ainda ficam bem na foto com os intelectuais, artistas e o pessoal da USP, os “inteligentes” movido à lei rouanet.

  • CharlesAle

    Até quando o povo vai permitir delegar poderes a bandidos da pior espécie???

    • Burke M. Hyde

      Não se iluda Charles. Grande parte do povo brasileiro é do mesmo naipe dos políticos. Aliás, enquanto a maioria não aprender a pelo menos jogar o lixo nos lugares corretos, não vandalizar nem roubar o patrimônio alheio, cuidar dos dentes e ter caráter, vamos continuar nessa latrina mesmo…

  • Luís Gustavo de Barros

    O problema é que em NY os mais pobres moram próximo ao centro e usam o transporte público, enquanto a classe média mora em cidades afastadas e usam o carro. Até poderíamos falar que o prefeito de lá está utilizando da demagogia elitista pra arrecadar votos das camadas mais pobres, como estou lendo nos comentários dos sites americanos.

    Aqui, realmente não dá pra entender o motivo dessa medida. Em SP, quem mora afastado do centro é justamente a população mais pobre, então qual a vantagem em aumentar ainda mais o tempo de percurso de quem já perde tanto tempo se deslocando? Preservar vidas? Se a maioria das mortes ocorrem em acidentes com motociclistas justamente nas horas de pico quando o trânsito está lento??

    A mesma coisa ocorre com as bicicletas. Esses dias estava chegando em SP e me deparei na marginal Pinheiros com um outdoor, com uma mensagem do tipo “Vá de Bicicleta”. Fiquei pensando: Pra quem é essa mensagem?? Pra quem está vindo do interior vir de bicicleta? Pra quem mora em Osasco pegar uma via expressa de bicicleta?? Eu fico pensando no trabalhador que acorda as 5 horas da manhã, pra conseguir chegar a tempo no serviço e ler uma placa “Vá de bicicleta”. Quem raios consegue ir trabalhar de bicicleta senão quem já mora perto de onde trabalha? Qual a lógica de criar faixas e estreitar vias pra supostamente beneficiar só pessoas que moram naquela área, enquanto o resto que só está ali de passagem, que se lasque pra atravessar o bairro?

    Vocês chamam o Haddad de socialista mas eu nunca vi prefeito mais elitista que esse.

    • ccn1410

      Para evitar acidentes e mortes, motos deveriam fazer o mesmo traçado dos outros veículos automotores.
      Mas quem é louco de levantar essa bandeira?
      Eu não! Eu ainda tenho amor à vida.

    • CorsarioViajante

      Ótimo comentário. Vale lembrar que naõ existe nenhum estudo ou levantamento de deslocamento por SP, indicando para quem seria viável ir de bicicleta, por exemplo.

    • Juvenal Jorge

      Luis Gustavo de Barros,
      você está certo, elitista, por isso seu abandono pelo partido, que é comunista na essência.
      Bicicletas são para quem não tem horário, coisa de elite, não de quem bate cartão e passa crachá.

  • Töxic Rëvenger

    Bob e a quem mais interessar…

    Já assistiram o filme “IDIOCRACIA”?
    Nesse filme, a humanidade emburrece tanto que um “zé ninguém” que ficou congelado por séculos se torna o presidente dos EUA, apenas por saber que se irriga uma plantação com água e não Gatorade… kkkk

    Acho que estamos caminhando para isso… Infelizmente!

    • CorsarioViajante

      Filme muito legal!

    • Ilbirs

      Assisti a esse filme e gostei bastante. É dirigido por Mike Judge (criador de Beavis e Butt-head) e tem um roteiro simplesmente fantástico. Seguem dois vídeos para que outros conheçam a obra:

  • Acyr Junior

    É o início do fim …
    Nando Malddad, que apesar da cara de “bem louco”, de bobo nada tem, vai fazer a prefeitura arrecadar milhões e milhões em multas. E retornar isso em benefícios à população, nem pensar …
    A malha viária cada dia pior em pavimentação, a pseudo engenharia de trânsito mais atrapalha que ajuda, obras de melhorias não passam de maquiagem e por aí vai. Será que o MPE vai ter coragem ou estão mancomunados com essa gangue no poder ??

  • Juvenal Jorge

    Se eu cruzar com esses imbecis soco a cara deles.
    Idiotas.

  • Juvenal Jorge

    E pior: ou não existem advogados que prestem ou estão todos comprados por essa prefeitura de bandidos. OAB, acorda !!!!!!

    • CristianoReis

      Juvenal, saiu uma matéria no site da OAB que existem mais faculdades de Direito no Brasil do que no resto do mundo inteiro! O que estão fazendo esses 800 mil bacharéis?

      • ccn1410

        E quantos conseguem passar na OAB?

      • Thales Sobral

        Estudando pra concurso… hahaha

      • Lemmimg

        Tentando passar no exame da ordem já que saem da “facu” assim como entraram…analfabetos funcionais…
        Além do mais os boçais se acham donos do país assim como os da gangue no poder…então se entendem bem…

      • Juvenal Jorge

        Cristiano Reis,
        a maioria está procurando e conseguindo empregos bem remunerados, onde precisem trabalhar o mínimo possível, ou enrolar o máximo, dá na mesma.

  • Lucas Pereira
    • Felipe

      Nossa! Realmente tenho pena de quem mora em São Paulo.

    • CristianoReis

      EITA!

      • ccn1410

        Loucura!

    • CorsarioViajante

      Não acho imbecil. Para quem precisa cruzar a rua, é muito bom e mais prático que dar a volta completa, perdendo o semáforo. Sò é dispensável o azul, que é desnecessário e acredito vai contra a regra de trânsito pois faixa azul é previsto para embarque e desembarque ou coisa do gênero.

      • Domingos

        Eles têm algum fetiche por deixar nossas ruas parecendo aquelas fuleiragens de pintar a rua na época da copa, com a diferença que depois de alguns meses aquilo sumia. Agora é oficial e as ruas estão parecendo roupa velha…

    • Uber

      Em Tóquio tem isso e a reportagem usa como um dos exemplos que mostra na reportagem:

      http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,sp-vai-ganhar-faixa-de-pedestre-em-x-na-proxima-segunda,1602617

    • Lorenzo Frigerio

      No mínimo deve fechar o semáforo nos dois sentidos por uns 45 segundos. Afinal, o carro tem que ser demonizado mesmo, não é?

    • É bem na frente do Ministério Público SP!!!

  • Leo-RJ

    Se não fosse funcionário público já tinha ido embora deste país. Meu irmão já foi, e minha mãe volta definitivamente para Portugal em janeiro próximo. Meus tios voltaram para a Terrinha, meus primos foram juntos e estão todos felizes por lá, sem essas porcarias de políticos (em especial o “Lulopetismo”). Encheram o saco!

    Apesar de Portugal não ser nenhum supra-sumo, a política lá é muito melhor que daqui, o trânsito lá é pensado para fluir, o asfalto é bem cuidado e o transporte público eficiente. Andar de moto ou scooter por lá é uma maravilha. E pagar as estradas e viagens às regiões vizinhas um grande prazer (são boas e menos cheias que na França ou Alemanha, por exemplo).

    E olha que estou falando apenas do cenário que nos interessa.

    Leo-RJ

    • Ilbirs

      Fora que, pelo que ouvi falar, nas estradas portuguesas não há sanha arrecadatória baseada em velocidade, a ponto de ser comum ver gente acima do limite que, caso não esteja causando perigo, não vai ser parada.

      • Leo-RJ

        Caro IIbirs,

        Em Portugal não há mesmo essa senha arrecadatória tão comum por aqui. E isso que você falou é verdade. Se a estrada estiver vazia, pode-se rodar por lá pouco acima da velocidade-limite sem problemas.

        Leo-RJ

        • DJUNIOR

          Na União Europeia tem o esquema de velocidade máxima recomendada, onde o sujeito, se quiser, pode ultrapassar esse limite junto de outros motoristas na velocidade “real” da via…

  • Dr. Teixeira Gomes

    Sou nordestino, morador de capital, onde ando de carro, moto, ônibus ou bicicleta, dependendo do contexto. Eu tenho uma pena da classe méRdia paulista…. Haddad Presidente 2018, quer vocês queiram ou não.

    • Fabio Vicente

      Meu caro, eu não pertenço a classe “méRdia” paulistana – alias, nem a classe média eu pertenço, sou pobre assumido – mas sou eu quem sinto pena de você por pensar desta forma. Aqui está se discutindo sobre problemas de transito e sobre uma administração maléfica da SP, me diga então: qual a vantagem de ser ou não ser nordestino em um congestionamento?
      Outra questão: se você acha que o AE pega no pé só da quadrilha/máfia petista, procure se informar melhor sobre a história deste site. Independente do partido, sempre houveram denúncias e críticas por aqui quando o assunto é o transito de São Paulo, independente de partido político ou de quem era o prefeito.

    • CorsarioViajante

      Tá por fora hein? Nem o PT quer o Haddad.

      • Uber

        Como ele passou pela peneira?
        Oh, Bob, apaga isso, é um petralha que apareceu apenas para ofender.

        • NICKS31

          É aquela velha história, não alimente o troll, que ele vai embora.

          • CorsarioViajante

            Não alimente e clique na setinha para baixo.

        • Ilbirs

          Cliquem na bandeirinha no canto superior direito, que representa a opção “Marcar como inapropriado”. o tal Dr. Teixeira Gomes está com muita cara de ser um MAV criado especialmente para este espaço, uma vez que usa um título pomposo e uma combinação de sobrenomes que passaria por alguém de renome no Nordeste.
          Observe-se também o uso de termos típicos de militância, como “classe méRdia paulista”, fora a propaganda de campanha para 2018 e um ditaduresco “quer vocês queiram ou não”, que pode ser facilmente obtido por meio de fraude nas urnas eletrônicas.

          Não respondam a esse tipo de gente, pois só estarão fazendo o que eles querem, entenda-se aí desviar o assunto da discussão principal (a tal redução de velocidade) para fazer as pessoas se perderem em discussões paralelas. Essa é a dinâmica do troll, mas aqui aplicada com claro propósito político.

    • RR

      Dr. Teixeira Gomes
      Se o Sr. gosta tanto do Haddad por que nao se casa com ele!
      Sim sou a favor da diversidade e dos oprimidos
      Vão morar juntinhos lá em Cuba o na Venezuela!
      O amor é lindo , meu senhor….

    • Absalão Bussamra

      Dr. Gomes, nem o próprio PT aguenta o Malddad, foi abandonado pelos “cumpanhêros”. A Martaxa já avisou que disputará prévias com ele. Se você o bajula para arrumar uma nomeação, tire o seu cavalinho da chuva.

    • Juvenal Jorge

      Dr. Teixeira Gomes,
      se o senhor é doutor, como pode ser tão ignorante ? foge das notícias ? gosta de coisa ruim ? não é classe média ? a de verdade ou a de mentira criada pelo governo federal de Lula ?
      Me explique que eu não entendi.

    • Paulo Roberto de Miguel

      Provocação idiota.

  • CristianoReis

    Toda vez que vejo essa foto do post aqui no AE já fico preocupado…. rs

  • Lucas dos Santos

    Sem falar que as faixas de pedestre SE CRUZAM! Como pode isso?

  • Fórmula Finesse

    Corja nas cidades,corja nas estradas…(80 km/h )

  • Agnaldo Timóteo

    Juntando nobre matéria com essa daqui, a notícia fica melhor ainda!

    Feliz 2015!

    http://oglobo.globo.com/economia/petroleo-e-energia/mistura-do-etanol-na-gasolina-vai-subir-em-fevereiro-14756616

  • RR

    PT.organizacao-criminosa@bandidagem.cuba.br
    Quadrilha, criminosos …
    Corja nojenta
    Vergonha nacional

  • ccn1410

    “Uma cidade cujas praças e estradas são controladas por câmeras de vídeo, não é mais um lugar púbico: é uma prisão”.
    Giorgio Agamben.

  • Fernando

    Na prefeitura de São Paulo e na presidência há a mesma quadrilha, alguém se espanta com mais alguma coisa? Seria taxado de louco quem dissesse isso há alguns anos, jamais que se imaginaria que tanta gente com as qualidades que conhecemos chegariam a tanto, mas chegaram.

    Felizmente não conseguiram chegar nem perto do Governo do estado de SP, creio que pelo menos isso ainda seja algo difícil deles atingirem.

  • CorsarioViajante

    O problema é maior, é mundial. Cada época escolhe seus vilões e demônios. Esta geração escolheu como seus demônios favoritos os carros e o tabaco. O Haddad, que vale lembrar, pegou a prefeitura QUEBRADA pelo Kassab, não tem caixa para quase nada, então está surfando nessa onda de “softpower”, pintando faixa e ganhando apoio de quem segue a modinha de ser “verde”, “sustentável” e outros modismos que são todos muito bonitinhos de ver mas que na vida real são inócuos e não resolvem os verdadeiros problemas, ao contrário: só o agravam.

  • Gerson Biava Borjas

    jesus , me leve desse mundo por favor ,kkkkkkkkkkkkkk , é só entra nesse sitio e nos comentários pra sentir uma vergonha brutal , vão toma água suja e lambe o saco de playboy .

    • Absalão Bussamra

      O “playboy” em questão seria o filho milionário do Lula?

  • J Paulo

    Tem que fazer um texto também sobre o inferno que é trafegar pela Rio-Santos, que será mais inferno ainda, pois estão instalando mais radares.

    • Juvenal Jorge

      A Rio-Santos é um lixo de estrada. Nessa sanha de modernizar uma coisa antiga, coloca-se as câmeras caçadoras de níqueis num traçado medíocre e sinalizado errôneamente em vários trechos.
      Uma estrada para ser refeita do zero.

  • Antônio do Sul

    Resumiu tudo: o maior problema do Brasil é o brasileiro médio.

  • BlueGopher

    Existem pessoas que consideram que a melhor solução para acabar com os carrapatos é eliminar as vacas.

  • rgordini65

    Calma aí, caro Bob – o M. Público, seja Estadual, seja Federal, não tem poder nem autoridade para acabar com farra alguma.

  • petrafan

    Esses caras odeiam SP. Haddad escreveu um livro exaltando o comunismo pouco antes de o Muro de Berlim cair. hoje ele aplica as idéias socialistas em SP, fomentando o ódio de classes, promovendo a vingança contra a classe média (é só comparar o mapa da votação para prefeito em 2012 e o mapa de bairros que terão o IPTU aumentado) e perseguindo o automobilista.

    • Domingos

      Marxismo é bom para quem quer ir para o inferno. Já passou da hora de ser considerado ilegal como o nazismo e seus simpatizantes todos presos e impedidos de ocupar cargos políticos.
      Se acharem ditadura, acho mais que tem que ser “ditadura” mesmo. Vagabundos.

    • Domingos

      Marxismo é bom para quem quer ir para o inferno. Já passou da hora de ser considerado ilegal como o nazismo e seus simpatizantes todos presos e impedidos de ocupar cargos políticos.
      Se acharem ditadura, acho mais que tem que ser “ditadura” mesmo.

  • Otavio Marcondes

    Desculpe, mas a maioria ,ao contrário de pessoas como você, veem o que está acontecendo. Os desmandos deste sistema de governo são uma vergonha. PS. Até mudar a lei de responsabilidade fiscal vão, para burla-la. Não me interessa se foi feito antes, interessa que foi e será um crime. A lavagem cerebral faz isso autoentusiasatas, demonstrando que toda forma de radicalismo é errada e só tem um fim: GUERRA e MORTE seja para impor ou para se defender da imposição.

  • Marcelo

    Av. Luiz Ignácio Anhaia Mello teve seu limite reduzido para 50km/h.
    Impossível uma coisa dessa

  • Juvenal Jorge

    Coitada da família do Sr. Haddad, deve ser uma vergonha ter que conviver com uma pessoa tão ignorante e sem a mínima noção do que está fazendo.
    Numa nação séria essa pessoa já teria, por conta própria, se retirado do cargo e pedido desculpas pelos erros.

  • Bruno L. Albrecht

    Nesse fim de semana tive a comprovação de que a CET (Cia. de Engarrafamento do Trânsito) realmente não serve pra nada. Durante minha volta de bicicleta pela Ciclofaixa de São Paulo, percebi que havia trânsito em frente ao jóquei, sentido sul, sem razões aparentes. Segui andando e na av. dos Tajurás (que leva à Ponte Engenheiro Roberto Rossi Zuccolo, desembocando na Av. Cidade Jardim), onde ainda havia um engerrafamento daqueles de desligar o carro, um motoqueiro (não motociclista) atravessou a ciclofaixa, quase acertando um ciclista, para poder dar meia volta, passando por cima do canteiro central. Mais adiante, onde a ciclofaixa atravessa a Av. Cidade Jardim, em frente ao parque do povo, um marronzinho fazendo anotações diversas em seu caderninho, enquanto eu aguardava os 40s que o semáforo ficava aberto para os carros. À frente do semáforo, via livre; antes do mesmo, engarrafamento. Chamei o agente de engarrafamento e falei “Pq não libera o sinal mais tempo pros carros? O trânsito tá na frente do jóquei!”. No alto de sua arrogância engarrafística, ele cuspiu “O tempo do semáforo foi calculado corretamente pra não prejudicar o ciclista. Hoje é domingo, todos sabem desse trânsito.”. Sinceramente não soube o que responder. O sinal abriu para os ciclistas e eu falei “Um minuto não faz diferença pro ciclista.”. Mas também já não era mais pelo um minuto. Subi na bicicleta e segui meu caminho pensando nos próximos passos que preciso dar pra fugir dessa cidade maluca…

    • CorsarioViajante

      O objetivo não é ser bom para todos, mas, como declarou Haddad, “infernizar quem tem carro”.

    • Pedro Peron

      1min não faz diferença para o ciclista, mas para o motorista faz.nossa, que lógica fantástica. Parabéns.

      • Bruno L. Albrecht

        Sinceramente não entendi se foi um post irônico ou não…=/ espero que não…

  • Rogério Ferreira

    Prezado Bob, sabe qual é o grande problema das “autoridades”? Preguiça de Trabalhar (aliás, que coisa interessante fazer sigla com Preguiça de Trabalhar!). É muito mais cômodo ficar num gabinete, sentado numa cadeira confortável, e adotar uma solução simplista para reduzir as “estatisticas” sem ponderar as consequências, do que fazer um estudo de verdade e realizar obras para melhorar a fluidez do tráfego. A questão é que soluções eficazes, muitas vezes, demandam investimentos altos, e o poder público, não quer realizar, uma vez que é necessário ter sobras financeiras para fazer as “compensações socio-eleitoreiras” na época das campanhas (muito mais eficiente na captação de votos), ou então para pagar em dobro o investimento que certos empresários fizeram nas candidaturas. Saindo um pouco do âmbito político, tem outra questão: a impressão que eu tenho, é que o carro anda se tornando uma espécie de vilão do século 21, e as autoridades, enxergando a possibilidade de gastar menos em obras e melhorias, andam dando voz e razão a uma minoria de ecochatos, que defendem uma vida, sem carro. Eu quero mais é que essas pessoas fiquem aí, reclusas em sua ilhas urbanas. sem que possam visitar praias, montanhas, vales, tudo que esse país tem de bonito para se ver… Que sejam proibidas até de viajar de avião, pois avião gasta combustível… Desejo que subam a serra de bicicleta, com chuva e neblina, para tomarem vergonha na cara, e entenderem que carro não é capricho e sim necessidade… Viver sem carro é tão complicado, como viver sem telefone.

  • petrafan

    Bob, a boçalidade do postezinho enterrado no asfalto (vide http://autoentusiastas.com.br/2014/10/a-bocalidade-das-ciclofaixas/) chegou à Vila Clementino e Mirandópolis. A Coronel Lisboa está cheia dos postes boçais – ou, por outra, postes dos boçais.
    Alguns já estão entortados, pois que devem ter sido alvo de um malvado dono de uma máquina malvada chamada automóvel.

  • Renato Braga

    Bob Sharp…que destempero meu amigo…cuidado com sua saúde, não fique nervoso, mude de cidade.

    • Juvenal Jorge

      Renato Braga,
      a solução de mudar de cidade ou de estado ou de país é a solução confortável e de “levar vantagem”. Não condiz com cidadãos decentes, que pensam no futuro a longo prazo.
      Cada um vive onde quiser e reclama quanto quiser. Temos o direito.

  • Fat Jack

    Eu acho é que eles estão somente querendo padronizar, já que o tráfego nas marginais não flui em horário de pico, também não deve fluir fora dele…
    Parabéns Paulistanos!!!
    Ah, e 2016 tá logo aí hein…, se bobear ganhamos + 4 aninhos de boçalidade executiva, legislativa e judiciária municipal…

  • Daniel Chiochetti

    O problema é que infelizmente essas pessoas que estão no Poder (no Brasil todo, não só aqui em SP), não são alienígenas ou seres de outros mundos, são pessoas com a mesma mentalidade dos nossos vizinhos, amigos, etc. (generalizando) ou seja, provavelmente o que entrar no lugar deles vai ter um pensamento muito parecido com os atuais…Infelizmente

  • Andre Sousa

    Bob, não consigo acreditar no que estou lendo aqui. Pior que consultei o site da Folha e lá está.

    Deixa eu ver se eu entendi bem: dentro em breve trafegar na velocidade natural e que assim sempre fizemos nas pistas expressas das marginais em SP será considerada uma infração grave, praticamente um crime?!?!?! (28% acima do novo limite de 70 km/h)

    Lembro que quando estavam fazendo aquela ponte de acesso da JK na Marginal Pinheiros o limite na pista expressa foi reduzido, temporariamente por conta das obras, para 70 KM/h em um trecho curto e exigia paciência respeitá-lo.

    Fico imaginando como será daqui p/ frente, como costumo fazer, pegar a Marginal Tietê em toda a sua extensão, indo de Alphaville a Guarulhos, o teste de paciência que vai ser (sim, serei um tranca-ruas pois não vou ousar desrespeitar o limite. Com certeza o “estudo técnico” que estão preparando é determinar atrás de quais viadutos/pontes irão instalar novos radares fixos e onde colocarão novos radares móveis para me jogar à vala da delinquência com uma infração grave, 7 pontos na carteira + R$130,00 de multa???).

    Quando iremos defenestrar este LIXO petista da prefeitura? Quantos dias faltam mesmo?

    PS: Isso me lembra 2011, em Milão, uma via chamada Tangenziale Ovest. Nesta ocasião, baixaram o limite de 90km/h para 70km/h para reduzir a poluição (vale tudo para demonizar o carro e arrecadar). Depois de um tempo voltou para 90 km/h.

    • Domingos

      Milão tem um problema grave com poluição devido à geografia da cidade. O ar não se troca facilmente.
      Mas quando fazem essas coisas por lá é só por um tempo. Italiano não gostava dessas babaquices e não permitia, embora em algum tempo talvez isso também passe a colar por lá. O mundo todo anda besta.

  • FVG

    Uma boa e uma má notícia. A boa: daqui dois anos nos livramos desse estorvo. A má: ainda faltam dois anos.

  • Sil vino

    70 por hora eu ando em vias normais de mão dupla, com total segurança, em meu carro de 24 anos de idade, sendo o movimento moderado é claro. É insano determinar velocidade tão baixa em uma via larga e moderna como as marginais paulistas. Sendo uma velocidade ímpar, a maioria deve andar em 60Km/h por receio de multas e pelo velocímetro ser mais facil de ler o “60-” do que um ” “.

    Enquanto isso, a arrecadação <$$$$ e $$$$ e +$$$$$

    • Andre Sousa

      Exatamente, vai virar uma via crucis. Hoje, muitos já andam entre 75 e 80 km/h justamente com medo de multas. Na faixa da direita, por conta dos caminhões (a velocidade máxima permitida para veículos pesados já é de 70 km/h), pode perceber, que dificilmente se anda a mais de 60 km/h.

      E se você ler a vergonhosa reportagem, na pista local, irão baixar para 60 km/h. Um dos radares recordistas de multas de São Paulo fica na Marginal Tietê. Já imaginou o que irá acontecer com os números depois que forem feitas as mudanças?

      Eu sempre respeitei os limites em São Paulo, mesmo sabendo onde estavam os radares – por exemplo, ia da Bandeirantes até a Tancredo Neves, mesmo que de madrugada e sem movimento, sem passar dos “antigos” 70 km/h permitidos. Depois que começou esta farra arrecadatória, passei a não me importar com o limite, se bem que a cada dia vejo surgir novos radares, na Bandeirantes mesmo, tem um escondido atrás do viaduto J. J. Costa Aguiar. .

      Chego à conclusão que as leis aqui são feitas para não serem cumpridas. Definitivamente, este não é um país sério!!!

  • Nora Gonzalez

    Bob, o argumento (?) do prefeito é que tem “gente que corre muito” nas marginais. Então tá, quem corre hoje a mais de 90 km/h, nos brevíssimos intervalos em que isso é possível, vai passar a andar abaixo de 70 com esta determinação? parece a lógica da prefeitura de Araçoiaba da Serra que há um par de anos mudou a mão da rua onde fica a agência do Bradesco “para evitar assaltos”. Como se bandido não se importasse com explodir caixa eletrônico mas tivesse prurido em andar na contramão. Ora…

    • Andre Sousa

      Nora, como disse, infelizmente, as leis aqui são feitas para não serem cumpridas. Você quer andar direito, acreditar, fazer as coisas certas, de maneira justa, evoluir, mas te forçam a fazer as coisas erradas, a dar um jeitinho, a ficar na ilegalidade. Revoltante.

  • Fabio

    Essa historia da faixa tudo bem ,mas essas reduções de velocidade francamente … e o pior é que está se espalhando pelo país .

  • Renato

    E reparem que estão instalando radares a cada 2 km …

  • Dica Junior

    Para mim, é uma clara demonstração de que o Estado quer arrecadar mais. Moro em Petrópolis/RJ e, aqui, estão sendo instalados vários pardais com limite de 50km/h. “É para reduzir os números dos acidentes e abaixar a conta da saúde pública”. Mas, e os incentivos às fabricantes/vendas de veículos? E a melhora no transporte público? Aqui, os ônibus vivem cheios, fora do horário, sujos… as calçadas são mal cuidadas. Só irei concordar com esse discurso, quando essas figuras andarem de bicicleta/ônibus e, quando ficarem doentes, utilizarem o serviço público de saúde.

  • Fernando Abranches

    Essa passagem do Atlas Shrugged ilumina a questão:
    “Did you really think we want those laws observed?” said Dr. Ferris. “We want them to be broken. You’d better get it straight that it’s not a bunch of boy scouts you’re up against… We’re after power and we mean it… There’s no way to rule innocent men. The only power any government has is the power to crack down on criminals. Well, when there aren’t enough criminals one makes them. One declares so many things to be a crime that it becomes impossible for men to live without breaking laws. Who wants a nation of law-abiding citizens? What’s there in that for anyone? But just pass the kind of laws that can neither be observed nor enforced or objectively interpreted – and you create a nation of law-breakers – and then you cash in on guilt. Now that’s the system, Mr. Reardon, that’s the game, and once you understand it, you’ll be much easier to deal with.” (Ayn Rand, Atlas Shrugged, p.411)

  • Gleden Keyboardist

    Bob, isto não é nada. A radial leste ele limitou a 50km/h, exatamente, 50km/h trechos onde há 04 faixas de rolamento. Como o ministério público deixa um pilantra deste no poder? Como li em um comentário tempos atrás, parece que o paulistano tem pane e vota errado a cada 08 anos. Tínhamos a Erundina que acabou com a CMTC e o transporte público de SP, aí entrou Maluf, Pitta (que foi um desastre o segundo), depois ganhou a Martaxa que dispensa apresentações. Aí Serra, Kassab e volta o PT com este imbecil deste Haddad. Ontem estava na Av. Domingos de Morais rezando para os motoboys não arrebentarem meu retrovisor e parado ao lado da ciclofaixa e nenhuma alma viva passando por lá durante os pouco mais de 15 minutos parados entre Ana Rosa e estação Paraíso. SP está ficando insuportável de se viver graças a demonização do automóvel!!!

  • Fabio
  • Michell Aristobolo de Mello

    Na Avenida Ibirapuera já alteraram o limite de velocidade de 60 para 50 por hora. Fui multado a 60 na primeira semana… E no meu trajeto ao trabalho é impressionante: um radar atrás do outro!

    Na minha opinião, limite de velocidade nas grandes avenidas devia ser 70, na 23 de maio, Radial Leste e pista local das Marginais devia ser 90. Pista expressa das Marginais, 110.

  • petrafan

    se a nossa CET realmente estivesse preocupada com engenharia de tráfego, leituras/informações como essas fariam os engenheiros de tráfego da empresa pensar:

    Speed Kills Your Pocketbook

    Aumento no limite de velocidade reduziu o número de acidentes em Utah, nos EUA

    http://www.flatout.com.br/aumento-no-limite-de-velocidade-reduziu-o-numero-de-acidentes-em-utah-nos-eua/

    Aumentar os limites de velocidade pode ser uma solução para reduzir acidentes?

    http://www.flatout.com.br/aumentar-os-limites-de-velocidade-pode-ser-uma-solucao-para-reduzir-acidentes/

  • petrafan

    Qual a real função dos limites de velocidade nas estradas e avenidas brasileiras?

    http://www.flatout.com.br/qual-real-funcao-dos-limites-de-velocidade-nas-estradas-e-avenidas-brasileiras/

  • Paulo

    O que resolve é sinalização adequada, mas tem um custo, na rodovia Carvalho Pinto o limite é 120 km/h e é considerada a rodovia mais segura do Brasil,. Por quê?

  • Paulo

    Outro detalhe ,reduzindo a velocidade da cidade gera mais trânsito,e mais trânsito gera qualidade do ar péssima.

  • Fabiano

    Radial Leste a 90 km/h? (Comentário imbecil, censurado)

  • Domingos Fonseca

    Esse cidadão (haddad,ruindade) não é aquele da cartilha gay já algum tempo atrás ?

  • André Andrews

    Veja se isso é possível Bob! A Avenida Jacu Pêssego/Nova Trabalhadores, que antes era para 70 km/h, agora são 50 km/h. Uma via com três faixas, sem cruzamentos, com passarelas e sem lotes lindeiros.

    https://goo.gl/maps/TV1o7jitxWz
    https://goo.gl/maps/2KbPPd2z6jH2
    https://goo.gl/maps/xVQocRctBVt