Porsche-stuttgart-headquarters  ALEMANHA: PORSCHE DIANTE DE MULTAS POR ATOS NA TENTATIVA DE CONTROLAR A VW  Porsche stuttgart headquarters

Sede da Porsche em Stuttgart

A Porsche poderá ter que pagar uma multa e possivelmente ser processada devido à fracassada tentativa de assumir o controle da Volkswagen em 2008, segundo o Financial Times.

Um julgamento da acusação de manipulação do mercado envolvendo dois de seus antigos executivos pode levar a uma condenação que coloca a Porsche em risco de ter de arcar com penas legais, conforme informado até o momento. Foi mantido até agora que a investigação criminal não afeta a empresa diretamente.

A Porsche foi processada por vários fundos de proteção na Alemanha em um total de € 5 bilhões (US$ 6,23 bilhões), mas as ações não progrediram muito nos tribunais. Contudo, este novo risco potencial poderá ser preocupante para os investidores da fabricante.

O julgamento é para o ex-chefe financeiro da Porsche, Holger Härnter, e o ex-executivo-chefe Wendelin Wiedeking e deve ocorrer em 2015. Eles são acusados de manter secretos os planos da tomada de controle para manipular as ações da Volkswagen, mas negaram qualquer ato errado nesse sentido.

Em setembro de 2014 os promotores focaram numa informação à imprensa da Porsche de 26 de outubro de 2008 que mostrou suas ações e opções da Volkswagen antes de seu plano de tomada do controle. Após a informação, fundos de proteção que apostavam numa queda do valor das ações da Volkswagen correram para cobrir suas posições de curto prazo, resultando num aumento rápido do valor das ações.

Os promotores estão agora investigando se a Porsche segurou uma parte de suas opções na peça de divulgação à imprensa para manipular as ações. Fundos de proteção disseram que não teriam convertido suas posições de curto prazo se soubessem que a Porsche tinha várias opções de compra de ações da Volkswagen. Eles perderam bilhões de euros como resultado dessa manobra.

Enquanto a lei alemã permite que apenas pessoas físicas sejam acusadas de transgressões, uma multa de até € 10 milhões pode ser imposta a uma empresa se seus executivos forem culpados de transgredir normas regulamentares. A lei diz que a multa deve exceder o benefício financeiro obtido pelos acusados, caso em que o limite de € 10 milhões pode ser ultrapassado.

A Porsche disse que se os executivos forem culpados, “Um possível benefício econômico obtido pela Porsche SE com o alegado crime de seus ex-membros da diretoria poderia ser confiscado.” (just-auto)

Ae/BS

 

 

Sobre o Autor

AUTOentusiastas

Guiado por valores como paixão, qualidade, credibilidade, seriedade, diversidade e respeito aos leitores, o AUTOentusiastas desde 2008 tem a missão de evoluir e se consolidar como um dos melhores sites sobre carros do Brasil. Seja bem-vindo!

Publicações Relacionadas

  • Marco Molazzano

    Há um post antigo sobre isso, Bob, de minha autoria, da época em que contribuía para o então blog AUTOentusiastas. Ajuda a entender o imbroglio, para quem se interessar.

  • Guilherme Keimi Goto

    “A lei diz que a multa deve exceder o benefício financeiro obtido pelos acusados”

    Ah se o mesmo ocorresse com os canalhas que são eleitos no Brasil…