DSC00810 R

Egon Feichter, vice-presidente de engenharia, Ralf Berckhan, novo vice-presidente de vendas e marketing, e Thomas Schmall, presidente da VW do Brasil, apresentam o novo Fox

Lançado em outubro de 2003, o Fox é o segundo carro mais vendido da Volkswagen hoje e já passou de 1.8 milhão de unidades produzidas na fábrica de São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, das quais 440.000 foram exportadas. Passou por leve reestilização em 2009 e agora recebe outra, um pouco mais extensa, como ano-modelo 2015. Na dianteira, novo capô com maior queda na frente resultou no abaixamento da grade e faróis deixando-o mais ainda com o visual dos carros de Wolfsburg (sem alteração no Cx, que continua 0,353), e na traseira as lanternas passaram a desenvolvimento horizontal e fazem parte da tampa, no lugar das verticais anteriores só na lateral. Os quatro refletores dos faróis deixaram de ser circulares e são retangulares agora — lembra-se do Passat 1983? — como nos modelos alemães.

 

Malagrine

Cada vez mais com “cara” de alemão

A nomenclatura das versões acompanha o padrão da Alemanha: Blue Motion com o 3-cilindros 1-litro, Trendline 1-L e 1,6 (EA111 de 101/104 cv), Comfortline com os mesmos motores do Trendline, e o topo de linha Highline exclusivamente com o novo motor 1,6-L de duplo comando e 16 válvulas (EA211 de 110/120 cv). Esta versão é a que agrega as maiores novidades, a principal delas o câmbio manual de 6 marchas da família MQ200, como o de 5 marchas. Andei nessa versão anteontem e gostei.

 

Malagrine

Visual da traseira mudou bastante com os grupos óticos horizontais

Além do novo câmbio, o Fox de topo traz diversos dispositivos  e auxílios eletrônicos opcionais como navegador GPS na tela tátil de 5,5 pol. do sistema multimídia, controle de estabilidade e de tração (desligável), corretor de guinada (ao frear sobre superfícies de coeficiente de atrito diferente nos lados do veículo), bloqueio do diferencial via freio, assistente de arrancada em rampa e assistente de frenagem.  Estes, mais as rodas de 16 pol. com pneus 195/50R16V, bancos revestidos em couro, teto solar, controle  de cruzeiro, faróis de neblina com luz de curva e pintura metálica, custam R$ 11.750, que somados ao preço básico de R$ 48.490, resultam no preço total de R$ 60.240. Se em vez do câmbio manual de 6 marchas for o I-Motion de cinco, R$ 63.540.

 

Malagrine

Visual novo da manopla de câmbio num VW nacional

Há diferenças sutis de tamanho entre o novo Fox e o anterior (este entre parênteses): comprimento 3.868 mm (3.823); largura com/sem espelhos 1.901/1.660 mm (1.901/1.541); altura 1.552 mm (1.543). O maior  comprimento decorre dos pára-choques redesenhados e a largura é resultado dos arcos das rodas mais destacados. O porta-malas ganhou 10 litros, 270 agora — os mesmos 353 litros com o banco traseiro todo avançado — com o estepe 195/55R15H em roda de aço no mesmo lugar, seu poço dentro do porta-malas. Não há etiqueta de temporário, uma vez que as seções transversais são iguais e a diferença dos diâmetros é insignificante, 1% (estepe menor), além de ser de mesmo tipo dos demais, Pirelli P7 no carro avaliado.

 

Novo Fox Highline (10) R

Navegador GPS integrado à tela tátil de 5.5 pol.

Câmbio, tiro certeiro

Repetindo o que a Volkswagen fez na maioria dos câmbios 013 da linha arrefecida a água dos anos 1980 (exceto no PV de relações próximas), em que a quinta era apenas uma adição às quatro e estas permaneciam as mesmas, neste novo 6-marchas é tudo igual da primeira à quinta com  sexta adicional. Mas nessa mudança o diferencial foi encurtado de 4,188:1 para 4,357:1 (3,9%), tanto para atender ao motor mais girador quanto para favorecer aceleração. A v/1000 em sexta ficou 41,3 km/h, o que dá 2.900 rpm a 120 km/h. Com o 5 marchas manual de pneus 195/55R15 a v/1000 era 35,1 km/h, 3.400 rpm 120 km/h.

 

Malagrine

Interior bem arranjado e típico da marca; há faixa degradê no pára-brisa

À velocidade máxima de 189 km/h agora é na penúltima marcha (5ª), motor a 5.600 rpm, 150 rpm abaixo do pico. Isso com álcool, pois os 10 cv menos com gasolina baixam a velocidade máxima para 183 km/h/5.430 rpm. A fábrica informa 0 a 100 km/h em 10,3 s (gasolina) e 9,8 s (álcool).

Redundante dizer, a seleção e engate de marchas repetem o que já é conhecido no câmbio de cinco marchas. O novo transeixo é 42 mm mais comprido e 3,2 kg mais pesado.

 

DSC00870 R

As diferenças do novo transeixo em relação ao de 5 marchas

A direção passou a ter assistência elétrica, indexada à velocidade, com uma leveza em manobra que impressiona. O motor elétrico fica na árvore  e não na caixa de direção. A relação de direção é 14,8:1, 2,9 voltas entre batentes, volante de Ø 370 mm ajustável em altura e distância. O diâmetro mínimo de curva de 10,9 metros é que merecia ser um pouco menor, principalmente considerando o entreeixos de 2.467 mm.

Os freios foram repotenciados com discos de Ø 280 mm associados ao motor mais forte, contra Ø 256 mm quando com o EA111; tambores traseiros sem alteração, Ø 200 mm.

O consumo pela norma Inmetro/Conpet é 10,8/12 km/l cidade/estrada com gasolina e 7,6/8,4 km/l, idem, com álcool (assim estava), mas na ida para Americana registrei com consistência, a 120 km/h reais e ar-condicionado ligado, 10~10,5 km/, três pessoas a bordo — uma delas sabe quem? O José Luiz Vieira, o diretor de redação da inesquecível Motor 3.

Como eu sabia se o tanque estava com gasolina ou álcool? Ao abrir a portinhola do tanque para tirar a tampa e cheirar o bocal, um adesivo dizia qual o combustível: um cuidado do pessoal da VW encarregado dos carros de teste, um exemplo a ser imitado nesses tempos de carro flex.

 

DSC00812

A etiqueta pequena diz: “Veículo abastecido com E100”, perfeito!

Todas as virtudes já comentadas em outros testes do Fox se mantêm, mas a adoção de coxins hidráulicos com o novo motor fizeram bem à qualidade de rodagem, a sensação de solidez aumentou, uma vez que o conjunto transeixo-motor fica mais quieto agora. Como já comentado por ocasião do teste do Gol Rallye com esse motor, sua pegada em baixa com suavidade em alta é mesmo notável. Dá gosto andar dos dois jeitos. Vale a pena conhecer todos os detalhes desse motor.

As mudanças no Fox deixaram-no melhor e mais atual. Continua a deixar transparecer fabricação esmerada como a pintura das partes não visíveis igual às partes externas (até na parte interna da portinhola do bocal de abastecimento!) e traz um conjunto mecânico irrepreensível. Pena que o novo motor 1,6 litro só seja aplicado à versão Highline e espera-se que isso mude o mais rapidamente possível, beneficiando quem comprar as versões Trendline e Comfortline de um motor atualizado, a par com o que é disponível na Europa — e evite ter de haver dois tipos de emblema MSI na porta de carga, em que o relativo ao novo motor é identificado pelo “I” em vermelho.

BS

Ficha técnica Fox 2015
Equipamentos Fox 2015

 Fotos: divulgação e autor

 

FICHA TÉCNICA VW FOX HIGHLINE 2015
 
MOTOR
Instalação Dianteiro, transversal
Material do bloco/cabeçote Alumínio
Configuração / n° de cilindros Em linha / 4
Diâmetro x curso 76,5 x 86,9 mm
Cilindrada 1.598 cm³
Taxa de compressão 11,5:1
Potência máxima 110 cv (G), 120 cv (A) a 5.750 rpm
Torque máximo 15,8 m·kgf (G), 16,8 m·kgf (G) a 4.000 rpm
N° de válvulas por cilindro Quatro, atuação indireta por alavanca-dedo roletada, fulcrum com compensador hidráulico
N° de comandos de válvulas / localização Dois, correia dentada / cabeçote, variador de fase na admissão, campo de 50º
Formação de mistura Injeção eletrônica no duto
Gerenciamento do motor Continental Simos 15
Combustível Gasolina comum e/ou álcool (flex)
TRANSMISSÃO
Rodas motrizes / câmbio Dianteiras / manual
Número de marchas 6 à frente + ré
Relações de transmissão 1ª 3,455:1; 2ª 1,954:1; 3ª 1,281:1; 4ª 0,927:1; 5ª 0,740:1; 6ª 0,611:1; ré 3,182:1
Relação do diferencial 4,357:1
SUSPENSÃO
Dianteira Independente, McPherson, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora
Traseira Eixo de torção, mola helicoidal e amortecedor pressurizado
DIREÇÃO
Tipo Pinhão e cremalheira, assistência elétrica indexada à velocidade
Diâmetro mín. de curva 10,9 m
Relação de direção 14,8:1
N° de voltas entre batentes 2.9
FREIOS
De serviço Hidráulico, duplo-circuito em diagonal, servoassistido
Dianteiros Disco ventilado de Ø 280 mm
Traseiros Tambor de Ø 200 mm
RODAS E PNEUS
Rodas Alumínio 6Jx16 – estepe aço 6Jx15
Pneus 195/50R16V – estepe 195/55R15H
PESOS
Em ordem de marcha 1.105 kg
Carga máxima 415 kg
Rebocável 400 kg com ou sem freio
CONSTRUÇÃO
Tipo Monobloco em aço, monovolume 4 portas, 5 lugares, subchassi dianteiro
AERODINÂMICA
Coeficiente de arrasto 0.353
Área frontal 2,17 m²
Área frontal corrigida 0,766 m²
DIMENSÕES EXTERNAS
Comprimento 3.868 mm
Largura com/sem espelhos 1.904 / 1.660 mm
Altura 1.552 mm
Distância entre eixos 2.467 mm
Bitola dianteira/traseira 1.415/1.410 mm
CAPACIDADES
Porta-malas 270 a 353 L
Tanque de combustível 50 L
DESEMPENHO
Aceleração 0-100 km/h 10,8 s (G) e 9,8 s (A)
Aceleração 0-1.000 m 32,7 s (G) e 31,4 s (A)
Retomada 80-120 km/h, 5ª 15,5 s (G) e 15 s (A);
Velocidade máxima 183 km/h (G), 189 km/h (A)
CONSUMO INMETRO/CONPET
Cidade 10,8 km/l (G), 7,5 km/l (A)
Estrada 12 km/l (G), 8,4 km/l (A)
CÁLCULOS DE CÂMBIO
v/1000 em 6ª 41,3 km/h
Rotação em 6ª a 120 km/h 2.900 rpm
Rotação em vel. máx., 5ª 5.600 rpm

 

 

NOVO FOX, EQUIPAMENTOS DE SÉRIE Trend
1,0
Trend
1,6
Bluemot.
1,0
Comfort
1,0
Comfort
1,6
High
1,6
Abertura elétrica da tampa traseira pelo emblema
Acionam. elétrico vidros diant. e traseiros 1-toque
Acionam. elétrico vidros dianteiros 1-toque
Ajuste de altura do banco do motorista
Ajuste de altura e distância do volante
Ajuste elétrico espelhos c/ inclinação no direito
Ajuste manual dos espelhos externos
Alerta sonoro e visual de faróis ligados
Alto-falantes (4), tweeters (2) e antena de teto
Apoio de cabeça no banco traseiro (2)
Apoio de cabeça no banco traseiro (3)
Aquecimento
Ar-condicionado com filtro de poeira e pólen
Banco traseiro rebatível
Bancos revestidos de tecido
Câmbio manual de 5 marchas
Câmbio manual de 6 marchas
Chave-canivete
Cintos 3-portos retráteis no banco traseiro (2)
Colunas centrais ext. com aplique preto
Computador de bordo 9-funções
Console central com porta-copos
Conta-giros e medidor de combustível
Controle de tração
Defletor de teto traseiro
Direção com assistência elétrica
Econômetro
Emblema “Comfortline” nas portas dianteiras
Emblema “Highline” nas portas dianteiras
Espelhos e maçanetas de porta cor do veículo
Faróis duplos com máscara escurecida
Faróis e lanternas de neblina
Gaveta sob o banco do motorista
Grade dianteira aerodinâmica em preto fosco
Grade dianteira em preto brilhante c/ friso crom.
Grade dianteira em preto fosco
Iluminação e rede no compart.de bagagem
Iluminação no compartimento de bagagem
Iluminação no porta-luvas
I-System com Eco-Comfort
Keyless – sist. de alarme com controle remoto
Lavador/limpador e desembaçador traseiro
Limpador de pára-brisa com temporizador
Pára-choques na cor do veículo
Pára-choques na cor do veículo c/ detalhe crom.
Pára-sóis com espelho
Pára-sóis com espelho e iluminação
Pisca-3
Porta-objetos removível e acendedor de cigarro
Porta-revistas nos encostos do banco diant.
Refletores no pára-choque traseiro
Repetidoras de seta nos espelhos
Rodas de aço c/ calotas e pneus 175/70R14
Rodas de aço c/ calotas e pneus 195/55R15
Sensor de estacionamento dianteiro e traseiro
Sistema de áudio com rádfio AM/FM, toca-CD, Bluetooth, MP3, USB, SD-card e Aux
Sistema de partida sem injeção de gasolina
Soleira das portas diant. c/ apliques em alum.
Tapetes de carpete
Tomada 12 V no console central
Travas elétricas

 

 

(695 visualizações, 1 hoje)