DSC00810 R  VW FOX 2015, BOAS NOVIDADES DSC00810 R

Egon Feichter, vice-presidente de engenharia, Ralf Berckhan, novo vice-presidente de vendas e marketing, e Thomas Schmall, presidente da VW do Brasil, apresentam o novo Fox

Lançado em outubro de 2003, o Fox é o segundo carro mais vendido da Volkswagen hoje e já passou de 1.8 milhão de unidades produzidas na fábrica de São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, das quais 440.000 foram exportadas. Passou por leve reestilização em 2009 e agora recebe outra, um pouco mais extensa, como ano-modelo 2015. Na dianteira, novo capô com maior queda na frente resultou no abaixamento da grade e faróis deixando-o mais ainda com o visual dos carros de Wolfsburg (sem alteração no Cx, que continua 0,353), e na traseira as lanternas passaram a desenvolvimento horizontal e fazem parte da tampa, no lugar das verticais anteriores só na lateral. Os quatro refletores dos faróis deixaram de ser circulares e são retangulares agora — lembra-se do Passat 1983? — como nos modelos alemães.

 

Malagrine  VW FOX 2015, BOAS NOVIDADES Novo Fox Highline 13 R

Cada vez mais com “cara” de alemão

A nomenclatura das versões acompanha o padrão da Alemanha: Blue Motion com o 3-cilindros 1-litro, Trendline 1-L e 1,6 (EA111 de 101/104 cv), Comfortline com os mesmos motores do Trendline, e o topo de linha Highline exclusivamente com o novo motor 1,6-L de duplo comando e 16 válvulas (EA211 de 110/120 cv). Esta versão é a que agrega as maiores novidades, a principal delas o câmbio manual de 6 marchas da família MQ200, como o de 5 marchas. Andei nessa versão anteontem e gostei.

 

Malagrine  VW FOX 2015, BOAS NOVIDADES Novo Fox Highline 14 R

Visual da traseira mudou bastante com os grupos óticos horizontais

Além do novo câmbio, o Fox de topo traz diversos dispositivos  e auxílios eletrônicos opcionais como navegador GPS na tela tátil de 5,5 pol. do sistema multimídia, controle de estabilidade e de tração (desligável), corretor de guinada (ao frear sobre superfícies de coeficiente de atrito diferente nos lados do veículo), bloqueio do diferencial via freio, assistente de arrancada em rampa e assistente de frenagem.  Estes, mais as rodas de 16 pol. com pneus 195/50R16V, bancos revestidos em couro, teto solar, controle  de cruzeiro, faróis de neblina com luz de curva e pintura metálica, custam R$ 11.750, que somados ao preço básico de R$ 48.490, resultam no preço total de R$ 60.240. Se em vez do câmbio manual de 6 marchas for o I-Motion de cinco, R$ 63.540.

 

Malagrine  VW FOX 2015, BOAS NOVIDADES Novo Fox Highline 19 R

Visual novo da manopla de câmbio num VW nacional

Há diferenças sutis de tamanho entre o novo Fox e o anterior (este entre parênteses): comprimento 3.868 mm (3.823); largura com/sem espelhos 1.901/1.660 mm (1.901/1.541); altura 1.552 mm (1.543). O maior  comprimento decorre dos pára-choques redesenhados e a largura é resultado dos arcos das rodas mais destacados. O porta-malas ganhou 10 litros, 270 agora — os mesmos 353 litros com o banco traseiro todo avançado — com o estepe 195/55R15H em roda de aço no mesmo lugar, seu poço dentro do porta-malas. Não há etiqueta de temporário, uma vez que as seções transversais são iguais e a diferença dos diâmetros é insignificante, 1% (estepe menor), além de ser de mesmo tipo dos demais, Pirelli P7 no carro avaliado.

 

Novo Fox Highline (10) R  VW FOX 2015, BOAS NOVIDADES Novo Fox Highline 10 R

Navegador GPS integrado à tela tátil de 5.5 pol.

Câmbio, tiro certeiro

Repetindo o que a Volkswagen fez na maioria dos câmbios 013 da linha arrefecida a água dos anos 1980 (exceto no PV de relações próximas), em que a quinta era apenas uma adição às quatro e estas permaneciam as mesmas, neste novo 6-marchas é tudo igual da primeira à quinta com  sexta adicional. Mas nessa mudança o diferencial foi encurtado de 4,188:1 para 4,357:1 (3,9%), tanto para atender ao motor mais girador quanto para favorecer aceleração. A v/1000 em sexta ficou 41,3 km/h, o que dá 2.900 rpm a 120 km/h. Com o 5 marchas manual de pneus 195/55R15 a v/1000 era 35,1 km/h, 3.400 rpm 120 km/h.

 

Malagrine  VW FOX 2015, BOAS NOVIDADES Novo Fox Highline 12 R

Interior bem arranjado e típico da marca; há faixa degradê no pára-brisa

À velocidade máxima de 189 km/h agora é na penúltima marcha (5ª), motor a 5.600 rpm, 150 rpm abaixo do pico. Isso com álcool, pois os 10 cv menos com gasolina baixam a velocidade máxima para 183 km/h/5.430 rpm. A fábrica informa 0 a 100 km/h em 10,3 s (gasolina) e 9,8 s (álcool).

Redundante dizer, a seleção e engate de marchas repetem o que já é conhecido no câmbio de cinco marchas. O novo transeixo é 42 mm mais comprido e 3,2 kg mais pesado.

 

DSC00870 R  VW FOX 2015, BOAS NOVIDADES DSC00870 R

As diferenças do novo transeixo em relação ao de 5 marchas

A direção passou a ter assistência elétrica, indexada à velocidade, com uma leveza em manobra que impressiona. O motor elétrico fica na árvore  e não na caixa de direção. A relação de direção é 14,8:1, 2,9 voltas entre batentes, volante de Ø 370 mm ajustável em altura e distância. O diâmetro mínimo de curva de 10,9 metros é que merecia ser um pouco menor, principalmente considerando o entreeixos de 2.467 mm.

Os freios foram repotenciados com discos de Ø 280 mm associados ao motor mais forte, contra Ø 256 mm quando com o EA111; tambores traseiros sem alteração, Ø 200 mm.

O consumo pela norma Inmetro/Conpet é 10,8/12 km/l cidade/estrada com gasolina e 7,6/8,4 km/l, idem, com álcool (assim estava), mas na ida para Americana registrei com consistência, a 120 km/h reais e ar-condicionado ligado, 10~10,5 km/, três pessoas a bordo — uma delas sabe quem? O José Luiz Vieira, o diretor de redação da inesquecível Motor 3.

Como eu sabia se o tanque estava com gasolina ou álcool? Ao abrir a portinhola do tanque para tirar a tampa e cheirar o bocal, um adesivo dizia qual o combustível: um cuidado do pessoal da VW encarregado dos carros de teste, um exemplo a ser imitado nesses tempos de carro flex.

 

DSC00812  VW FOX 2015, BOAS NOVIDADES DSC00812

A etiqueta pequena diz: “Veículo abastecido com E100”, perfeito!

Todas as virtudes já comentadas em outros testes do Fox se mantêm, mas a adoção de coxins hidráulicos com o novo motor fizeram bem à qualidade de rodagem, a sensação de solidez aumentou, uma vez que o conjunto transeixo-motor fica mais quieto agora. Como já comentado por ocasião do teste do Gol Rallye com esse motor, sua pegada em baixa com suavidade em alta é mesmo notável. Dá gosto andar dos dois jeitos. Vale a pena conhecer todos os detalhes desse motor.

As mudanças no Fox deixaram-no melhor e mais atual. Continua a deixar transparecer fabricação esmerada como a pintura das partes não visíveis igual às partes externas (até na parte interna da portinhola do bocal de abastecimento!) e traz um conjunto mecânico irrepreensível. Pena que o novo motor 1,6 litro só seja aplicado à versão Highline e espera-se que isso mude o mais rapidamente possível, beneficiando quem comprar as versões Trendline e Comfortline de um motor atualizado, a par com o que é disponível na Europa — e evite ter de haver dois tipos de emblema MSI na porta de carga, em que o relativo ao novo motor é identificado pelo “I” em vermelho.

BS

Ficha técnica Fox 2015
Equipamentos Fox 2015

 Fotos: divulgação e autor

 

FICHA TÉCNICA VW FOX HIGHLINE 2015
 
MOTOR
InstalaçãoDianteiro, transversal
Material do bloco/cabeçoteAlumínio
Configuração / n° de cilindrosEm linha / 4
Diâmetro x curso76,5 x 86,9 mm
Cilindrada1.598 cm³
Taxa de compressão11,5:1
Potência máxima110 cv (G), 120 cv (A) a 5.750 rpm
Torque máximo15,8 m·kgf (G), 16,8 m·kgf (G) a 4.000 rpm
N° de válvulas por cilindroQuatro, atuação indireta por alavanca-dedo roletada, fulcrum com compensador hidráulico
N° de comandos de válvulas / localizaçãoDois, correia dentada / cabeçote, variador de fase na admissão, campo de 50º
Formação de misturaInjeção eletrônica no duto
Gerenciamento do motorContinental Simos 15
CombustívelGasolina comum e/ou álcool (flex)
TRANSMISSÃO
Rodas motrizes / câmbioDianteiras / manual
Número de marchas6 à frente + ré
Relações de transmissão1ª 3,455:1; 2ª 1,954:1; 3ª 1,281:1; 4ª 0,927:1; 5ª 0,740:1; 6ª 0,611:1; ré 3,182:1
Relação do diferencial4,357:1
SUSPENSÃO
DianteiraIndependente, McPherson, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora
TraseiraEixo de torção, mola helicoidal e amortecedor pressurizado
DIREÇÃO
TipoPinhão e cremalheira, assistência elétrica indexada à velocidade
Diâmetro mín. de curva10,9 m
Relação de direção14,8:1
N° de voltas entre batentes2.9
FREIOS
De serviçoHidráulico, duplo-circuito em diagonal, servoassistido
DianteirosDisco ventilado de Ø 280 mm
TraseirosTambor de Ø 200 mm
RODAS E PNEUS
RodasAlumínio 6Jx16 – estepe aço 6Jx15
Pneus195/50R16V – estepe 195/55R15H
PESOS
Em ordem de marcha1.105 kg
Carga máxima415 kg
Rebocável400 kg com ou sem freio
CONSTRUÇÃO
TipoMonobloco em aço, monovolume 4 portas, 5 lugares, subchassi dianteiro
AERODINÂMICA
Coeficiente de arrasto0.353
Área frontal2,17 m²
Área frontal corrigida0,766 m²
DIMENSÕES EXTERNAS
Comprimento3.868 mm
Largura com/sem espelhos1.904 / 1.660 mm
Altura1.552 mm
Distância entre eixos2.467 mm
Bitola dianteira/traseira1.415/1.410 mm
CAPACIDADES
Porta-malas270 a 353 L
Tanque de combustível50 L
DESEMPENHO
Aceleração 0-100 km/h10,8 s (G) e 9,8 s (A)
Aceleração 0-1.000 m32,7 s (G) e 31,4 s (A)
Retomada 80-120 km/h, 5ª15,5 s (G) e 15 s (A);
Velocidade máxima183 km/h (G), 189 km/h (A)
CONSUMO INMETRO/CONPET
Cidade10,8 km/l (G), 7,5 km/l (A)
Estrada12 km/l (G), 8,4 km/l (A)
CÁLCULOS DE CÂMBIO
v/1000 em 6ª41,3 km/h
Rotação em 6ª a 120 km/h2.900 rpm
Rotação em vel. máx., 5ª5.600 rpm

 

 

NOVO FOX, EQUIPAMENTOS DE SÉRIETrend
1,0
Trend
1,6
Bluemot.
1,0
Comfort
1,0
Comfort
1,6
High
1,6
Abertura elétrica da tampa traseira pelo emblema
Acionam. elétrico vidros diant. e traseiros 1-toque
Acionam. elétrico vidros dianteiros 1-toque
Ajuste de altura do banco do motorista
Ajuste de altura e distância do volante
Ajuste elétrico espelhos c/ inclinação no direito
Ajuste manual dos espelhos externos
Alerta sonoro e visual de faróis ligados
Alto-falantes (4), tweeters (2) e antena de teto
Apoio de cabeça no banco traseiro (2)
Apoio de cabeça no banco traseiro (3)
Aquecimento
Ar-condicionado com filtro de poeira e pólen
Banco traseiro rebatível
Bancos revestidos de tecido
Câmbio manual de 5 marchas
Câmbio manual de 6 marchas
Chave-canivete
Cintos 3-portos retráteis no banco traseiro (2)
Colunas centrais ext. com aplique preto
Computador de bordo 9-funções
Console central com porta-copos
Conta-giros e medidor de combustível
Controle de tração
Defletor de teto traseiro
Direção com assistência elétrica
Econômetro
Emblema “Comfortline” nas portas dianteiras
Emblema “Highline” nas portas dianteiras
Espelhos e maçanetas de porta cor do veículo
Faróis duplos com máscara escurecida
Faróis e lanternas de neblina
Gaveta sob o banco do motorista
Grade dianteira aerodinâmica em preto fosco
Grade dianteira em preto brilhante c/ friso crom.
Grade dianteira em preto fosco
Iluminação e rede no compart.de bagagem
Iluminação no compartimento de bagagem
Iluminação no porta-luvas
I-System com Eco-Comfort
Keyless – sist. de alarme com controle remoto
Lavador/limpador e desembaçador traseiro
Limpador de pára-brisa com temporizador
Pára-choques na cor do veículo
Pára-choques na cor do veículo c/ detalhe crom.
Pára-sóis com espelho
Pára-sóis com espelho e iluminação
Pisca-3
Porta-objetos removível e acendedor de cigarro
Porta-revistas nos encostos do banco diant.
Refletores no pára-choque traseiro
Repetidoras de seta nos espelhos
Rodas de aço c/ calotas e pneus 175/70R14
Rodas de aço c/ calotas e pneus 195/55R15
Sensor de estacionamento dianteiro e traseiro
Sistema de áudio com rádfio AM/FM, toca-CD, Bluetooth, MP3, USB, SD-card e Aux
Sistema de partida sem injeção de gasolina
Soleira das portas diant. c/ apliques em alum.
Tapetes de carpete
Tomada 12 V no console central
Travas elétricas

 

 

Sobre o Autor

AUTOentusiastas

Guiado por valores como paixão, qualidade, credibilidade, seriedade, diversidade e respeito aos leitores, o AUTOentusiastas desde 2008 tem a missão de evoluir e se consolidar como um dos melhores sites sobre carros do Brasil. Seja bem-vindo!

Publicações Relacionadas

  • Davi Reis

    Aguardava por uma visão mais técnica do novo Fox e sabia que poderia contar com o Auto Entusiastas para isso! Um dado que me deixava curioso seria a rotação em velocidades de viagem com esse novo câmbio, e aqui foi o primeiro lugar a oferecer essa informação. O novo câmbio com certeza constitui vantagem mas como esquecer do Fox Bluemotion 1.6 que em 5ª marcha a 120 km/h apenas ronronava a cerca de 2600 rpm? Independente das mudanças estilísticas (das quais não gostei) e dos pacotes, imaginava que a Volkswagen preservaria e tentaria melhorar a qualidade mecânica do Fox, o que apreciei muito. Sinceramente, foram as mudanças que mais me interessaram. Abriria mão das mudanças visuais e ficaria só com as novidades mecânicas e nova definição de versões (mas adicionando o ar-condicionado em todas).

  • Marcato

    A primeira vez em que andei com o Fox foi em 2003, ainda no 2 portas 1.0. Meu diagnóstico era o de que a VW tinha o mesmo potencial que teve na época do Fusca. Um carro racional que conseguia atender bem quase que todo tipo de família e que poderia compensar qualquer senão por um preço acessível. Como disse ao pessoal da VW na época: poderia. Pois a VW pratica preços sonhando com a época das Parati GLS em que ela vendia carros simplórios a preços salgados pois não havia concorrência. Hoje comprar VW é jogar dinheiro fora, a menos que se leve o carro de frota pelado. 11 mil reais em opcionais só não é mais burrice do que os mais de 20 mil cobrados em Golf, Passat e Tiguan. Os VW viraram aqueles carros que só existem na propaganda ou na imprensa especializada. Porque nas lojas só existem os pelados e sempre com preços diferentes dos do site. E se o incauto comprar vai descobrir a outra falácia vinda do tempo da Parati GLS: VW tem manutenção barata… Só se for usando a Volvo como parâmetro! Enfim, VW faz carros legais, mas tem que abrir mão de muita inteligência para comprá-los aqui no Brasil.

  • Felipe Filho

    Tenha santa tolerância…Que preço é esse??? R$ 63.000 num Fox????? Mesmo com essa danação de itens opcionais ainda é um simples… Fox…

    Coisas de um país que não é sério chamado brasil.(Com “b” mesmo)

    • Rodrigo Fernandes

      Coitada dessa Santa Tolerância viu Felipe. Com esses preços aí a Santa vai ter muito trabalho.. Eu não sei se eu e as pessoas que convivo que são muito pobres (porque não chega tanta grana assim, pra ter um padrão mínimo de vida sem que se afogue em dívidas ou tenha que quebrar muito a cabeça pra comprar as coisas a um preço justo) ou se é abuso e cartel no que tange a questão de preços de carro (e a maioria das coisas)nesse meu amado, desorganizado e esfarrapado brasil.
      Não é possível que se compreenda tamanho desparate de preços. 60 mil reais por um popular 1.6 com um pacote bom de opcionais não é admissível pra mim. E o pior que é isso vale pra todas as marcas. Triste gostar de carro no Brasil, me sinto como um cachorro olhando o frango assando na máquina. rsrs

      • ccn1410

        Carro popular: Apenas “um ponto zero”, hehehe…

      • Felipe Filho

        Concordo!!!

    • .

      Houve um equivoco no texto
      O preço total é R$ 53.540 e nao e R$ 63.540 ,

      • Nando

        Por 53 paus eu compro um 308 e fico muito feliz. Preço simplesmente absurdo!

      • ccn1410

        Será? Mesmo assim é muito.

      • Felipe Filho

        Ainda está caríssimo!!!

    • Fernando

      Pois é. São 63 pilas. Por um pouquinho a mais (bem pouco) vc compra, por exemplo, um Sentra com motorzão e tudo mais. Nem precisa detalhar o Sentra. É muito mais carro. Vejam, também, o caso da China. Acabou de multar em alguns milhões várias fabricantes (maioria da Europa e Japão) por formação de Cartel. O cartel aqui é explícito, bem mais que lá, e não acontece nada. Só nos resta comprar……………

      • Guilherme Keimi Goto

        Manda a ideia de multar para Brasília que eles aprovam a ideia amanhã e saem autuando todas fabricantes.
        Só não sei se a conta não vai ficar dividida pra cada trouxa que compra um carro zero.

    • ccn1410

      Neste caso o Brasil não tem muito a ver, loucos mesmo são os que vendem e os que compram.
      Poxa, eu estava gostando do carrinho e até pensei em perguntar se seis marchas não era demais, mas com esse preço, não estou nem aí.
      A VW pirou!

    • José Pedro

      Faço minhas as suas palavras.
      Deu até desgosto de seguir lendo a resenha, tamanha revolta pelo valor da versão topo de linha……
      Imoral, para ser educado.

  • Daniel Shimomoto

    Bob, parabéns pela materia! Gostei de ver a VW: Apesar do Fox ter virado um pouco de “Fup!” (Fox+Up!) em estilo, o carro está bem bonito, com personalidade VW, em nada parecendo aquele modelinho de carro sem sal nem açucar de 2003 no estilo “não me comprometa!”

    Se fosse comprar um carro desse porte não hesitaria no Fox. E o cambio de 6 marchas (um 5+E na prática), podem os criticos falarem o que quiserem…mas não existe caixa de mudanças manual com a precisão e a suavidade de engates das MQ da linha VW.

    • Davi Reis

      Também ainda aguardo o dia que vou achar um câmbio mais gostoso que os da Volkswagen. De uns tempos pra cá todas as marcas melhoraram nesse sentido mas ainda não tem “aquela” coisa da MQ (principalmente essa).

    • Nando

      Honda Civic manual? Esse é filé

  • Felipe Filho

    Por esse preço compramos um Dodge Journey SXT V6 AUTOMÁTICO 2.7 2010

    • CorsarioViajante

      Com o preço de um litro de gasolina compro duas latas de coca-cola!

      • Malaman

        E vou te falar, Coca-Cola é bem, mas bem mais gostoso que gasolina. Vale muito mais a pena.

        • Vagnerclp

          Eu prefiro Pepsi. Mas voltando ao assunto: 63 mil é muito dinheiro para um carrinho deste naipe.

      • Angelo_Jr

        a gasolina que tá cara ou a coca-cola que tá barata na tua região? aqui, 1 litro de gasolina é o mesmo que uma lata

    • Celso

      Já que é para ir de usado, prefiro um BMW M3 1995 de quase 300 cv…

  • Marcelo R.

    Gostaria de ver todo esse conjunto do Highline, inclusive o interior, na carroceria do Gol.

  • Rogério Ferreira

    Sinceramente, não entendo a VW, encurta o câmbio de 5 marchas, no Gol e coloca esse um câmbio 5+E no Fox de mesmo motor! Teria que ser ao contrário, dado o menor peso, e a melhor aerodinâmica do Gol (devido a menor área frontal).O câmbio de 6 marchas é uma ótima solução, principalmente para quem trafega muito em estradas, permitindo que o motor gire pouco em velocidades de cruzeiro, com silêncio e muito economia, e com a vantagem incontestável, de deixar as outras marchas, mais próximas entre si, permitindo, sempre que o motor caia numa rotação adequada, na marcha seguinte, durante a aceleração (nada de “buracos”), o que é fundamental, para um motor que “acorda” a partir de determinada RPM. Solução a ser copiada pela outras fabricantes, (Não é mesmo Fiat… um Cambio de 6 marchas no Palio 1.6, que tem um buraco estranho, entre 4a e 5a…que tal?) e espero que tal solução caia no gosto popular…

    • Oba

      Conheço bem o Palio Sporting e não percebo este buraco.
      Poderia ser mais especifico para poder confirmar se realmente existe ou não?

  • 911 Turbo

    63 mil?É isso mesmo? 63 mil o top????? ahhh vá….

    • Piantino

      Realmente é um preço sem lógica nenhuma, esse valor já bate na porta do Golf! E é o mesmo preço de um Sentra!! Não gosto de comentar preços, mas esse realmente foi insanidade.

    • dr

      OPs!

      Houve um equivoco no textoO preco total é R$ 53.540 e nao e R$ 63.540 ,

      • Marcio Santos

        Não houve equívoco nenhum, no site da volks o modelo antigo do fox pode chegar a 57k, nada anormal no novo chegar aos 63k.

  • A VW podia eliminar o 1.0 TEC.

    Motor mil apenas o 1.0 12v.

    O motor 1.6 8v apenas para versão de entrada para concorrer com os 1.4 da vida.

    Intermediária e top, o motor seria o 1.6 16v.

    • Malaman

      Melhor seria um 1.4 16v no lugar do 1.6 8v. Seria o ideal para versões intermediarias.

    • Angelo_Jr

      devem encerrar logo, mas devem ter tantos em estoque que vão aproveitar pra acabar!

  • Marcos Alvarenga

    Câmbio perfeito, na minha opinião: uma sexta marha de economia e cinco marchas para se guiar à moda.

    Mas não vou me surpreender quando começarem a surgir boatos que o novo motor da VW é fraco, porque na subida pede marcha toda hora.

    • Guilherme Keimi Goto

      Sempre haverá esse tipo de “entendido”

      • CorsarioViajante

        E o pior que, muitas vezes, estes “entendidos” são jornalistas e formadores de opinião desta área. Terrível!

        • Rogério Ferreira

          Já estou até lendo nos sites “especializados” exatamente isso… E daqui ha pouco chega alguém falando que são marchas demais, bastavam 4….

          • Arthur

            Sim, 4 marchas também ficaria bom. Com quinta E (4+E).

  • Diogo Rengel Santos

    Boa abordagem do Autoentusiastas sobre o novo Fox

    Sobre o carro é evidente ver que a reestilização de maneira a ficar próxima do Golf, seja no arranjo da dianteira, das lanternas traseiras (de gosto um pouco duvidoso), passando pelas saídas duplas de escapamento e até mesmo o tom de azul usado se não é o mesmo, é muito parecido com o do Golf…..

    Em linhas gerais foi feito principalmente para atender àqueles que querem porque querem ter um Golf e não podem…

    Não pode ter Golf, vai de Fox mesmo

    • ccn1410

      Eu gostei do desenho.

  • ederff

    Impressionante como o conjunto óptico traseiro horizontal afinou a traseira do carro.

  • Davi Reis

    O que acontece na verdade é algo que você até chegou perto; os preços são sempre diferentes dos do site, e com muita diferença pra menos. Se a Volkswagen realmente praticasse esses preços sugeridos, garanto que nem entre as 10 primeiras ela estaria. Essa prática vem de décadas passadas, inclusive. E as versões básicas passam longe de serem maioria, pelo contrário, só aparecem na mão de frotistas e empresas. Sobre a manutenção, tenho que concordar. O que joga o preço dela pro espaço são as revisões semestrais, ainda que com o passar dos anos, as duas revisões anuais acabem saindo pelo preço de uma nos carros de outras marcas.

    • CorsarioViajante

      Uma coisa que vem afastando a VW de minha preferência é a política dos opcionais, muito exagerada. Até entendo um teto solar, bancos de couro ou rodas maiores serem opcioanis, mas vc ter quatro versões, todas elas cheias de opcionais, para mim é sem sentido.

      • Davi Reis

        Essa política dos opcionais é de matar mesmo, mas acho que eles têm avançado. Vou usar o Gol como exemplo. Em 2013 o Gol Power, dito topo de linha, só vinha com direção hidráulica, vidros dianteiros e travas elétricas, farol de neblina e… mais nada! Aí começaram essas mudanças nas versões e foram corrigindo essas insanidades, hoje o Gol top de linha só tem como opcional as rodas de liga e faróis/limpadores automáticos, controle de velocidade e retrovisor eletrocrômico. O resto tudo vem de série. O Fox Prime era igualmente despojado há alguns anos, hoje o Highline já oferece pelo menos o que o consumidor mais comum busca num carro: rodas de liga, ar condicionado, direção elétrica, som, computador…

  • Felipe Parnes

    A vw e outras fabricantes praticam algo inadmissível em nosso país, que é a venda d opcionais em pacotes, nos obrigando a levar coisas q não queremos para q comprememos algo importante para nos, assim elevando o preço ao absurdo. R$11500,00 em opcionais é impraticável, principalmente em uma carro “barato” precisa ser maluco, cego, sem noção, ou apaixonado d mais pelo carro para pagar 60mil em um fox.
    Outra coisa ridícula é ainda estarem equipando os carros com o EA111 isso é pra queimar estoque ou pq não respeitam os brasileiros?
    Para o consumidor comum isso nem faz diferença, pois ele não sabe dessa mudança no motor ou o q ela representa.
    Falta respiro ao consumidor aqui no Brasil, enquanto isso não ocorrer continuaremos a ser tratados como lixo.

    • ccn1410

      É só não comprar VW. O meu último VW foi um 93.
      Existe muita coisa boa além da caverna.

    • marconi

      Me admira a inteligência e o senso de oportunidade da VW. Eu acho que ela está certíssima. Tem que cobrar o máximo que puder, se não o nosso povo não dá valor!!!!!

      • Felipe Parnes

        A questão não é da valor, tem muita gente que da valor a um prato de comida, enquanto tem gente que não dá para Golf GTI. Garanto que você gostaria de comprar um Golf pelo preço de um Gol.
        Você com certeza já ouviu falar do lucro Brasil. Eu não gosto de ser enganado, esse é um dos motivos de eu sempre preferir um bom usado um carro pequeno 0-km

  • Cláudio P

    Eu já estava curioso para experimentar o novo 1.6 EA 211 e agora com
    esse câmbio de seis marchas fiquei ainda mais. Pena os preços, o que não é um problema apenas do Fox, mas do mercado em geral. Quando lembro que em 2012 paguei 50 mil pelo Ford Focus GLX 1.6 e vejo o que se pode comprar hoje com o mesmo dinheiro não consigo deixar de ter a impressão que ficamos um pouco mais pobres. Sobre a semelhança com os faróis do Passat 83, é verdade Bob, e eu em especial, fã do Passat nacional, curti a lembrança. E falando nisso, ainda aguardo ansiosamente pelo post “os a água”. 🙂

    • Marcio Santos

      Realmente, todos os carros são caros mas dentro da nossa realidade existem os caros e os mais caros, o fox faz parte dos mais caros, dos carros que tem péssimo custo benefício.

  • laguiar

    As lanternas traseiras ficaram meio desproporcionais… passa a impressão de que deveriam invadir um pouco mais ao centro do porta malas… ou seja, já que copiaram tudo, deveriam ser “iguais” às do Golf nesse aspecto tbm.

  • Fórmula Finesse

    Bela evolução de um carro que já é um best seller da Volks no Brasil – as adições mecânicas certamente o levarão a um novo patamar. A questão do preço é secundária se analisarmos com a cabeça os “além dos 63 mil reais”, e não apenas estimulando a verve destrutiva: o pacote de opcionais sempre é algo caro quando se refere a volks…é inerente à marca, mas os 48 mil reais e poucos pela versão sem todos esses mimos (alguns bem dispensáveis), não fazem do carro um mau negócio, bem pelo contrário…espaço – principalmente este – dirigibilidade e tecnologia aplicada que não ficam a dever a nenhum concorrente.
    Pessoalmente gostei do que foi feito…
    Bob, o JLV também dirigiu e gostou do carro? Ele está bem?

    • Davi Reis

      Acho que é aquela coisa de sempre, quem quiser, que lote os carros de opcionais e pode ser feliz sem medo. Por esse lado, bom que oferecem tantos opcionais pra quem estiver disposto a pagar. Por outro, o preço do carro com todos os opcionais assusta mas é coisa rara de se ver. Dentro da própria Volkswagen, temos o Golf como exemplo disso, que se encontra principalmente equipado com os pacotes que deixam seu preço entre 75 e 80 mil reais (dentro da média da categoria). Acho que com o Fox vai ser o mesmo. Levando em conta o cenário de “crise” no nosso mercado e os descontos normais da Volkswagen, um Fox Highline razoavelmente equipado (com rodas aro 16, pacote tecnologia, som com GPS e controle de estabilidade) vai acabar saindo por cerca de 50, 51 mil, no máximo. Basta esperar passar o furor do lançamento e os preços altos vão sumindo do mercado, ficando só na tabela. Aí sim, ele vai poder concorrer melhor na categoria. Ainda vai ficar devendo alguns itens, mas terá algumas vantagens e um preço compatível.

  • Caio Ferrari

    Então a engenharia da VW ratifica o boato que motores 16V tem a curva de potência mais magra em baixas rotações? Agora, convenhamos, como é elástica a faixa de preços do Fox, não é?

  • Lucas dos Santos

    As mudanças visuais de fato deram uma “rejuvenescida” no carro, ainda que a traseira seja discutível.
    A dianteira do Fox 2015 lembra um pouco a do VW Polo europeu (seria porque ele vem para substituir o nosso VW Polo?).
    Já o conjunto óptico traseiro, na horizontal, ao menos nas fotos, deu a sensação de que o carro ficou mais alto, como se fosse um SUV (VW Tiguan?).
    Por fim, algo que já comentaram por aqui: seria o azul a nova “cor da moda”? Eu tenho notado que boa parte dos fabricantes estão utilizando essa cor para apresentar os seus novos modelos.

  • Carlos Eduardo

    Bob, reparei pelas fotos que esse highline azul tem uma antena diferente das outras versões, sabe dizer por que? Se fica algum sensor lá.

  • Josias

    Mecanicamente falando, o carro parece ficar melhor a cada modificação feita. Porém em estilo ele ficou MUITO feio, pois a frente e traseira de Golf mk7 em um carro estreito ficaram medonhas, e o teto alto do Fox destoa totalmente destas partes.

    • Ilbirs

      Poderiam ter feito as lanternas com mais altura e largura, de maneira a ocupar um pouco mais da largura total da traseira e contrabalançar o efeito gerado pelo teto alto.

  • Ilbirs

    Algumas coisas a destacar nesse Fox reestilizado:

    1) Salvo engano, essa MQ-200 6F é a primeira transmissão com mais de cinco marchas produzida na região do Mercosul. Digo “salvo engano” porque gostaria de saber se a transmissão de seis marchas que a Honda usa no Civic 1.8 básico é feita aqui ou importada (pelo que me lembro, transmissões foram as primeiras peças mecânicas maiores que o fabricante japonês começou a nacionalizar aqui);

    2) Surpreende também a engenharia simples dessa transmissão. Foi praticamente adicionarem uma engrenagem e uma tampa mais protuberante à caixa já existente. Também chama a atenção o ligeiro encurtamento do diferencial, o que me faz crer que resolveram fazer aquele lance de marcha não tão longa quanto poderia ser e com isso permitir que se fique mais tempo na última velocidade do que se ficaria com um diferencial mais longo, o que pode reverter em condução mais agradável e economia prática de combustível superior (justamente por não se reduzir tanto a marcha);

    3) Também estranho o porquê de não terem feito um esforcinho a mais para que a MQ-200 6F pudesse também ser automatizada, ainda mais pelo tanto de semelhanças com a MQ-200 que conhecemos de outros Carnavais;

    4) O que não me desce são essas novas linhas, pois quiseram implementar parâmetros de design mais novos em um carro cujas linhas básicas são de 11 anos atrás. Ficaram estranhas e desproporcionais.

    • Angelo_Jr

      1) amigo, só se for pra carro “civil”. As picapes já usam a um bom tempo transmissões manuais de 6 marchas

      • Ilbirs

        Sim, estou falando de carro de passeio e transmissões manuais de seis marchas que sejam localmente produzidas (descartando aí as importadas que sejam montadas em carros nacionais). No caso específico as pick-ups, como você bem lembrou, há exemplos de transmissões de seis marchas localmente produzidas, como a ZF que equipa a Amarok, feita na unidade sorocabana do fornecedor em questão.

        • Cabral

          E o Palio Weekend e Siena 6 marchas? Para compensar a falta de motor colocaram uma par de engrenagens mais.
          O carro ficou bem feio e o preço é um delírio. Um Focus 1.6 pelado está muito melhor servido…

  • CharlesAle

    A VW não consegue se adaptar a nova realidade do mercado.Sim,seus carros são caros,seguro alto,muitas vezes mais desconfortáveis que seus concorrentes,isso explica sua decadência nas vendas.Um post no NA,falando de lojas vazias,me chamou a atenção da css VW estar praticamente”as moscas”aqui em SP e na grande SP VW está fraca mesmo!!

  • Renato Texeira

    Sobre o preço, tem a questão do seguro do Gol que geralmente é um dos mais caros. Não sei se é assim também no Fox e nos outros carros da VW.

    • Davi Reis

      Ainda existe muito essa fama em cima do Gol mas junto da compra, na própria concessionária, pode se fazer um bom seguro por cerca de 1500 reais (pro meu perfil, estudante, solteiro, 20 e poucos anos).

      • Marcio Santos

        Não acho que esteja avançando, vender um fox confortline 1.0 por 38 pelado não é aceitável.
        Que o básico viesse pelado ok mas o modelo seguinte não pode vir tão mal equipado, 41.5k por um fox 1.6 com motor vht e pelado beira o ridículo.

  • Lorenzo Frigerio

    10,5 km/l a 120 km/h, a 2900 rpm para um carro de 1100 kg, e motor 1.6 16V de última geração, mesmo que com 3 passageiros, é um consumo bastante elevado. Tudo bem que a aerodinâmica não é das melhores, mas ainda assim…

    • Bob Sharp

      Lorenzo
      Consumo elevado, a álcool? Quer um milagre?

      • Lorenzo Frigerio

        Não tinha percebido os parênteses “assim estava”… Mesmo assim , econômico, para um carro moderno, não chega a ser. Se fosse exclusivamente a álcool, provavelmente seria melhor nisso. 11,5:1 é bom para andar a gasolina; a álcool, nem tanto. Infelizmente, são as consequências de não se ter turbo.

        • Formaio

          é o que acontece, carro flex é igual pato, voa e nada, mas não faz nenhum bem. Não tem a potencia a mais do álcool nem a economia a mais da gasosa….

    • Caio Ferrari

      Você está equivocado. Um Mille Flex, que foi um expoente em consumo em sua época (demorou muito para ser superado), faz 10,5km/L a 120km/h de painel (110 na real), apenas com o condutor e sem AC instalado.

      Conseguir a mesma marca em um Fox, com pior aerodinâmica, maior peso, com 3 pessoas, AC ligado e a andando a uma velocidade 9% superior ( que requer 30% a mais de potencia) é um grande feito.

      Pare de repetir esses chavões de carro Flex. Os motores hoje em dia estão invejáveis. Meu Mille foi durante anos o carro mais econômico, imbativel. Hoje em dia, todos os meus conhecidos que compram carros mais modernos estão trazendo médias iguais ou superiores, apesar de serem carros maiores e mais pesados.

    • EduBH

      Não é elevado não, ainda mais utilizando 100% de álcool.

  • Fabio

    Texto leve e completo como sempre!, quanto ao carro, sempre torci o nariz para o Fox pelo seu tamanho não pela sua qualidade , deve ser porque quando era criança peguei o final da geração dos Darts e Landaus, mas agora o Fox está com cara de um Golf menor e com seis marchas ainda, muito bom!, para mim quanto mais marcha melhor rsrssss…

  • Dieki

    Esse diferencial com bloqueio eletronico melhora a aceleração?

  • Antônio do Sul

    Mecanicamente, melhoraram o que já era muito bom. Pena que o motor EA-211 e a caixa de 6 marchas tenham ficado restritos à versão topo de linha. Agora, quanto à reestilização, que gambiarra…A frente ficou bonita, mas as novas lanternas traseiras não combinam com o resto da carroceria.

  • Guilherme Keimi Goto

    Esse aqui é bão pra substituir nosso Polo
    http://www.volkswagen.de/de/models/der-polo.html

    • Lucas dos Santos

      Belíssimo carro. Deveriam mesmo tê-lo trazido para cá.

      Mas já que isso não foi possível, a VW do Brasil poderia ao menos ter copiado o visual dele no lugar do visual do Golf. A traseira ficaria bem mais harmoniosa.

  • Paulo Eduardo Bandeira de Mell

    Toda vez que leio suas matérias ou vejo os vídeos de teste ou impressões ao dirigir um veículo, Bob Sharp, tenho mais vontade de cancelar minha assinatura de Quatro Rodas. Como disse uma vez o ex-consultor desta revista, o sr. Valter Nishimoto, ela está parecendo mais a “Contigo” do que uma revista especializada em veículos. Parabéns pela matéria. Rica em detalhes não só técnicos como sua impressões como usuário do veículo. Paulo Eduardo.

    • Caio Ferrari

      Uma coisa é um texto escrito por quem gosta e conhece sobre carros. Outra bem diferente é um texto escrito por quem apenas é formado em jornalismo

  • Igor
  • Rafael

    Bob, sabe por que em um motor totalmente novo a VW aplicou correia dentada e não corrente?

    • Bob Sharp

      Rafael
      Foi uma das medidas para reduzir atrito ao máximo visando menos consumo e emissão de CO2.

      • Rafael

        Obrigado pela informação, essa é totalmente nova para mim.
        Mais uma evolução daquelas contraditórias então…
        Antigamente era corrente, virou correia(ruido) , voltou corrente(baixa manutenção) e agora correia novamente.
        Na medicina também acontece muito isso…

  • Rogério Ferreira

    Isso só acontecia em alguns sistemas, especialmente os primeiros, pois foram feitos as pressas, é o caso de muitos Fiats e VWs, de 2006 a 2010, realmente, precisavam de percorrer uns 20 Km sem desligar o motor, quando se trocava o combustível, e mesmo assim, no menor descuido, perdiam o parâmetro de A/F. lembre-se, não existe taxa de compressão elevada demais para gasolina, ainda mais com nossa gasoalcool, detonação acontece por muito mais por motor carbonizado, do que por uma suposta taxa elevada.

    • EduBH

      Concordo discordando no item motor carbonizado. Já vi e ouvi carro novo detonando. Isso acontece em carros mais baratos. Utilizando se de uma central de maior capacidade e velocidade de processamento essas detonações poderiam ser eliminadas. As causas destas detonações não são físicas e sim eletrônicas! Com eletronica de melhor capacidade isso iria acabar, do que esbarra no custo. Só uma curiosidade, já ouviu um carro Top flex bater pino?

  • Davi Reis

    Não acho que o Fox Comfortline seja pelado. Já vem com ar quente, som, computador de bordo, vidros elétricos automáticos nas 4 portas, travas elétricas, retrovisor com tilt down, direção elétrica, volante com regulagem de altura e profundidade, luzes de neblina dianteiras e traseira, repetidores de seta nas laterais… Falta só o ar condicionado e alarme. E basta esperar passar o furor do lançamento que se consegue descontos de até 10% nos carros da Volkswagen (as concessionárias costumam corrigir o preço distorcido de tabela). Um Hyundai HB20 1.0 Comfort Plus com o som, custa 39 mil, já com ar condicionado, apesar de perder alguns outros itens e ficar em desvantagem no espaço interno.

  • Flavio Correa

    Quanto será que vai custar a SpaceFox? R$ 70 mil? VW está exagerando em termos de preço x conteúdo. Por esse preço de R$ 63 mil você tem opções quase infinitas: Kia Cerato, Nissan Sentra, 308, 408, Ecosport, City, Fit etc.. São carros diferentes, é óbvio, mas numa comparação grosseira você percebe que o Fox fica para trás em todas….

    • Marconi

      Flavio, a VW vai vender milhares de fox por mês, e todo mundo que compra acha o máximo, então ela vai baixar o preço pra quê? Ela tem quem é que aproveitar enquanto tem gente disposta a pagar isso tudo num FOX!!!!!!

      Marconi.

      • EduBH

        E se planilhar vai ver que o preco dele está até com melhor custo benefício de um principal concorrente, o HB20 Premium. O Fox com controle de tracao e estabilidade, que o HB20 não tem nem como opcional, está mais barato. O problema dos preços dos carros é o Brasil e seus consumidores que pagam e formam filas para comprar, independente de qual marca for.

  • Angelo Genovesi

    Nem sei como tanto aplaudir o seus textos e as fichas técnicas completíssimas que você publica, meu querido Bob Sharp! Só posso lhe dizer uma coisa: parabéns mesmo! Sua experiência automobilística é impecável como sempre!

  • Rogério Ferreira

    No caso do Sporting, as relações de marchas são diferentes, com a 5a, mais curta.

  • EduBH

    Douglas, esse provérbio já está ultrapassado. Como já dito aqui por alguns o consumo destes motores novos estão muito além dos antigos. A mas é se fossem mono? Acredito que no nível em que se encontra não teria diferenca.

  • João Martini

    Estou para comprar meu primeiro carro e tenho bastante vontade de pegar um BlueMotion 1.6 usado justamente pelo câmbio. Polo BlueMotion estou aceitando também.. Hahaha

    • Davi Reis

      Esse câmbio do antigo Fox BlueMotion 1.6 é uma obra de arte! A relação dele beira a perfeição. O Polo também é muito bom, mas pessoalmente, achei que ele ficou com uma aparência muito estranha com os apêndices da versão BlueMotion.

  • João Martini

    Pois é, o conjunto da obra (em beleza, claro) do Polo não ficou legal.
    Só uma dúvida, sabe se a segunda desse Fox chega a 100 km/h no corte? Esticar em carro com câmbio longo é uma delícia.

  • Arlindo Neto

    Galera uma dúvida muito grande que tenho. Esse 2015 é mais alto que o 2014, em relação ao assoalho? Porque meu amigo disse que o 2014 arrasta em quebra-molas.

    • Bob Sharp

      Arlindo
      Não houve mudança distância mínima do solo.

  • pedro

    Alguém saberia dizer se essa caixa MQ200-6F é ‘intercambiável’ com a antiga MQ200 (02A) – visando um ‘upgrade’ de transmissão em um VW mais antigo?

    • francisco greche junior

      Essa pergunta é excelente, eu adoraria saber a resposta.