Lombada diagonal.

                  Lombada em diagonal, inacreditável

Foto: Alexandre Carius/Tribuna de Petrópolis

A notícia nos chegou por gentileza do leitor Gean Geronymo, de Petrópolis (RJ). Na imperial cidade serrana fluminense, na rua Ângelo João Brand, defronte ao nº 33, foi construída uma lombada… em diagonal!

A reportagem, publicada na edição de ontem do jornal Tribuna de Petrópolis, cita reclamações de operadores de frota de caminhões e motoristas de táxi quanto ao efeito da torção da estrutura do veículo resultante do bizarro obstáculo — cujo nome tecnicamente correto, pelo Contran, é ondulação transversal — acarretando desgaste de material, notadamente molas, mas que é uma falácia no caso de automóveis.

Mas o principal problema da posição da lombada em diagonal não foi citado, que é desequilibrar o carro caso transposta em maior velocidade, induzindo um forte movimento de rolagem em que, ao o carro “aterrissar” sobre um lado apenas, este sofrer uma mudança de rumo expressiva, cujas conseqüências nem preciso dizer.

Todos sabem que a sinalização (pintura) das lombadas some com o tempo e nem sempre é refeita prontamente, sendo comum não se avistá-las, especialmente à noite.

Ou seja, como se não bastasse a praga destes dejetos viários por todo o país, chega agora essa novidade de construi-los em diagonal.

Mais uma para o repertório do Jack Palance no seu “Acredite…(longa arfada)…se quiser”.

BS

(218 visualizações, 1 hoje)