172_JT_A

Cessna Turbo Skyhawk JT-A

A fábrica de aviões Cessna, subsidiária da Textron Aviation, Inc., empresa do grupo Textron Inc.,confirmou ontem na EAA AirVenture Oshkosh, o grande evento da Associação de Aviação Experimental em Oshkosh, no estado de Wisconsin, EUA, seu compromisso em curso de desenvolver soluções de combustível alternativo para o mercado de aviação geral com o lançamento do Turbo Skyhawk JT-A, que se juntará ao Turbo Skylane JT-A como a mais recente plataforma de monomotores movida a diesel. A empresa exibe esta semana o Skyhawk JT-A na AirVenture.

“Temos trabalhado há alguns anos para achar novas e confiáveis soluções da combustíveis alternativos para o Cessna Skyhawk para atender às mudanças na legislação ambiental, particularmente na Europa, bem como enfrentar o limitado suprimento global da atual gasolina 100 com baixo teor de chumbo, e a tecnologia nos levou ao Turbo Skyhawk JT-A”, disse Joe Hepburn, vice-presidente sênior da Piston Aircraft. “Os recentes avanços e a crescente maturidade da tecnologia do motor Diesel no mercado de aviação nos dá agora os meios de satisfazer uma crescente demanda no mundo todo.”

O Skyhawk JT-A é dotado de um motor Diesel Continental CD-155 e deverá oferecer vários benefícios além de poder operar com o bem mais disponível combustível JET A. O raio de ação máximo é de 1.012 milhas náuticas (1.875 km), 58% mais que o Skyhawk normal, e a velocidade máxima aumentou para 131 nós (150 milhas por hora), ao mesmo tempo que o consumo deverá ser 25% menor.

A Textron Aviation planeja oferecer o Turbo Skyhawk JT-A como opção de fábrica a partir de 2015. O CD-155 já está certificado pela Easa (Agência Européia de Segurança da Aviação) para retromontagem nos Skyhawk mais novos com certificado de tipo suplementar.

O motivo para achar soluções de combustível alternativas para o mercado de aviação geral resulta do fornecimento em queda — e os preços mais elevados em conseqüência — do combustível de aviação com chumbo em algumas áreas do mundo, assim como regulamentações que estão surgindo sobre combustível com chumbo e emissões dos motores de aviação associadas. A Cessna é líder da indústria em dispor de opções de combustível alternativo.

Como o Turbo Skyhawk JT-A, o Turbo Skylane JT-A traz conjunto de aviônicos Garmin G1000, mas tem maiores velocidade e carga útil. A certificação da FAA (americana) do Skylane JT-A utilizando o motor fabricado pela Safran SMA SR305-230-1 deve ocorrer logo. Seis Turbo Skylane JT-A de demonstração em breve estarão espalhados pelo mundo e as entregas dos primeiros modelos de produção estão prontas para começar, só dependendo da certificação.

O Turbo Skylane JT-A tem quatro lugares e raio de ação em velocidade cruzeiro máxima de 1.025 milhas náuticas (1.900 km). O teto certificado será de 20.000 pés. O conjunto Garmin 1000 é de fácil uso pelo piloto e altamente funcional, proporcionando alto nível de percepção da situação à cabine. O diagnóstico de motor é exibido nos mostradores de vôo primário e multifuncional. A capacidade de combustível é de 85 galões (321 litros) utilizáveis, com uma carga útil estimada de 1.000 libras (454 kg).

 

Notícia passada ao Ae pelo leitor Daniel S. de Araújo
(406 visualizações, 1 hoje)